Visita à Setúbal Negra (séc. XV-XVIII): Desocultar a história local através da educação não-formal

Ana Alcântara, Cristina Roldão, Carlos Cruz

Research output: Contribution to journalArticle

60 Downloads (Pure)

Abstract

O presente artigo dá conta de um roteiro sobre a presença negra em Setúbal, nos séculos XV a XVIII, concebido enquanto “aula-passeio”, espaço de educação não formal sobre o colonialismo português. Pretende-se suscitar o rompimento com a narrativa lusotropicalista, entender a escravatura como um sistema complexo e parte de conflitos geopolíticos globais e conduzir os participantes na “descoberta” de como os outros estão, afinal, em nós.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)66 - 85
Number of pages20
JournalMedia@ções
Volume7
Issue number2
Publication statusPublished - 2019

Keywords

  • Aula-Passeio
  • Escravatura
  • Setúbal
  • Presença Negra
  • Antirracismo

Cite this