Utilização recreativa de áreas protegidas: a visitação da Ilha da Berlenga e as implicações para a sua gestão

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingConference contribution

Abstract

As áreas protegidas são atualmente um espaço privilegiado para atividades recreativas. A gestão destas áreas deve considerar esta capacidade de atracão que, embora desejável, pode originar impactes ambientais e comprometer os objetivos de conservação. Com base neste pressuposto, o projeto LIFE Berlengas desenvolve um conjunto de ações de estudo e monitorização dos visitantes da Ilha da Berlenga. Face à escassa informação existente, têm sido desenvolvidas tarefas que procuram caracterizar os atuais padrões de visitação, não só em termos quantitativos (quantos visitantes) mas também qualitativos (perfil, motivações, expectativas, níveis de satisfação e comportamentos). Entre os resultados obtidos, através de um inquérito piloto, destaca-se a forte concentração temporal (agosto) e espacial (praia) da visitação, que pode explicar a perceção de um número excessivo de visitantes, expressa por 38% dos respondentes, indicação de um problema com implicações na gestão da área, requerendo atenção imediata.
Original languagePortuguese
Title of host publicationValores da Geografia. Atas do X Congresso da Geografia Portuguesa
PublisherAssociação Portuguesa de Geografos
Pages639-634
ISBN (Electronic)978-989-99244-1-3
Publication statusPublished - 2015
EventX CONGRESSO DA GEOGRAFIA PORTUGUESA: Os Valores da Geografia - FCSH/NOVA, Lisboa, Portugal
Duration: 9 Sep 201512 Sep 2015

Conference

ConferenceX CONGRESSO DA GEOGRAFIA PORTUGUESA
CountryPortugal
CityLisboa
Period9/09/1512/09/15

Cite this

@inproceedings{7837b790f2874146b81041b8994784d4,
title = "Utiliza{\cc}{\~a}o recreativa de {\'a}reas protegidas: a visita{\cc}{\~a}o da Ilha da Berlenga e as implica{\cc}{\~o}es para a sua gest{\~a}o",
abstract = "As {\'a}reas protegidas s{\~a}o atualmente um espa{\cc}o privilegiado para atividades recreativas. A gest{\~a}o destas {\'a}reas deve considerar esta capacidade de atrac{\~a}o que, embora desej{\'a}vel, pode originar impactes ambientais e comprometer os objetivos de conserva{\cc}{\~a}o. Com base neste pressuposto, o projeto LIFE Berlengas desenvolve um conjunto de a{\cc}{\~o}es de estudo e monitoriza{\cc}{\~a}o dos visitantes da Ilha da Berlenga. Face {\`a} escassa informa{\cc}{\~a}o existente, t{\^e}m sido desenvolvidas tarefas que procuram caracterizar os atuais padr{\~o}es de visita{\cc}{\~a}o, n{\~a}o s{\'o} em termos quantitativos (quantos visitantes) mas tamb{\'e}m qualitativos (perfil, motiva{\cc}{\~o}es, expectativas, n{\'i}veis de satisfa{\cc}{\~a}o e comportamentos). Entre os resultados obtidos, atrav{\'e}s de um inqu{\'e}rito piloto, destaca-se a forte concentra{\cc}{\~a}o temporal (agosto) e espacial (praia) da visita{\cc}{\~a}o, que pode explicar a perce{\cc}{\~a}o de um n{\'u}mero excessivo de visitantes, expressa por 38{\%} dos respondentes, indica{\cc}{\~a}o de um problema com implica{\cc}{\~o}es na gest{\~a}o da {\'a}rea, requerendo aten{\cc}{\~a}o imediata.",
author = "Catarina Fonseca and {Nogueira Mendes}, {Ricardo Manuel} and Juli{\~a}o, {Rui Pedro Sousa Pereira Monteiro} and Roxo, {Maria Jos{\'e} Leit{\~a}o Barroso} and Silva, {Carlos Manuel Prudente Pereira da}",
year = "2015",
language = "Portuguese",
pages = "639--634",
booktitle = "Valores da Geografia. Atas do X Congresso da Geografia Portuguesa",
publisher = "Associa{\cc}{\~a}o Portuguesa de Geografos",

}

Fonseca, C, Nogueira Mendes, RM, Julião, RPSPM, Roxo, MJLB & Silva, CMPPD 2015, Utilização recreativa de áreas protegidas: a visitação da Ilha da Berlenga e as implicações para a sua gestão. in Valores da Geografia. Atas do X Congresso da Geografia Portuguesa. Associação Portuguesa de Geografos, pp. 639-634, X CONGRESSO DA GEOGRAFIA PORTUGUESA, Lisboa, Portugal, 9/09/15.

Utilização recreativa de áreas protegidas: a visitação da Ilha da Berlenga e as implicações para a sua gestão. / Fonseca, Catarina; Nogueira Mendes, Ricardo Manuel; Julião, Rui Pedro Sousa Pereira Monteiro; Roxo, Maria José Leitão Barroso; Silva, Carlos Manuel Prudente Pereira da.

Valores da Geografia. Atas do X Congresso da Geografia Portuguesa. Associação Portuguesa de Geografos, 2015. p. 639-634.

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingConference contribution

TY - GEN

T1 - Utilização recreativa de áreas protegidas: a visitação da Ilha da Berlenga e as implicações para a sua gestão

AU - Fonseca, Catarina

AU - Nogueira Mendes, Ricardo Manuel

AU - Julião, Rui Pedro Sousa Pereira Monteiro

AU - Roxo, Maria José Leitão Barroso

AU - Silva, Carlos Manuel Prudente Pereira da

PY - 2015

Y1 - 2015

N2 - As áreas protegidas são atualmente um espaço privilegiado para atividades recreativas. A gestão destas áreas deve considerar esta capacidade de atracão que, embora desejável, pode originar impactes ambientais e comprometer os objetivos de conservação. Com base neste pressuposto, o projeto LIFE Berlengas desenvolve um conjunto de ações de estudo e monitorização dos visitantes da Ilha da Berlenga. Face à escassa informação existente, têm sido desenvolvidas tarefas que procuram caracterizar os atuais padrões de visitação, não só em termos quantitativos (quantos visitantes) mas também qualitativos (perfil, motivações, expectativas, níveis de satisfação e comportamentos). Entre os resultados obtidos, através de um inquérito piloto, destaca-se a forte concentração temporal (agosto) e espacial (praia) da visitação, que pode explicar a perceção de um número excessivo de visitantes, expressa por 38% dos respondentes, indicação de um problema com implicações na gestão da área, requerendo atenção imediata.

AB - As áreas protegidas são atualmente um espaço privilegiado para atividades recreativas. A gestão destas áreas deve considerar esta capacidade de atracão que, embora desejável, pode originar impactes ambientais e comprometer os objetivos de conservação. Com base neste pressuposto, o projeto LIFE Berlengas desenvolve um conjunto de ações de estudo e monitorização dos visitantes da Ilha da Berlenga. Face à escassa informação existente, têm sido desenvolvidas tarefas que procuram caracterizar os atuais padrões de visitação, não só em termos quantitativos (quantos visitantes) mas também qualitativos (perfil, motivações, expectativas, níveis de satisfação e comportamentos). Entre os resultados obtidos, através de um inquérito piloto, destaca-se a forte concentração temporal (agosto) e espacial (praia) da visitação, que pode explicar a perceção de um número excessivo de visitantes, expressa por 38% dos respondentes, indicação de um problema com implicações na gestão da área, requerendo atenção imediata.

M3 - Conference contribution

SP - 639

EP - 634

BT - Valores da Geografia. Atas do X Congresso da Geografia Portuguesa

PB - Associação Portuguesa de Geografos

ER -

Fonseca C, Nogueira Mendes RM, Julião RPSPM, Roxo MJLB, Silva CMPPD. Utilização recreativa de áreas protegidas: a visitação da Ilha da Berlenga e as implicações para a sua gestão. In Valores da Geografia. Atas do X Congresso da Geografia Portuguesa. Associação Portuguesa de Geografos. 2015. p. 639-634