Using Sensors and the Geospatial Web to Map Bio-Data

Research output: Contribution to journalArticle

Abstract

O presente artigo ilustra a utilidade e a relevância educativa do uso de sensores biométricos e da subsequente publicação dos dados obtidos na Web geo-espacial. Dado que a atenção e sensibilidade aos estados do corpo e às emoções relacionadas são especialmente significativas, nomeadamente no que se refere à agressividade e discriminação, neste artigo, as autoras apresentam um caso sobre orientação sexual e discriminação. O workshop Bio Mapping, cujo desenvolvimento integrou cinco experiências, exemplifica o uso de um sensor biométrico para monitorizar, assim como do Google Earth para visualizar, o ritmo cardíaco de um dos elementos de cada um dos cinco casais do mesmo sexo, durante um passeio de mãos dadas num contexto urbano. Durante o passeio, as vozes foram gravadas e, depois do passeio, todos os casais participaram em entrevistas semi-estruturadas. Embora não tenha sido possível identificar a influência das pessoas na rua no ritmo cardíaco das participantes, as relações entre os biodados (ritmo cardíaco) e as variáveis espaciais (atravessar ruas, por exemplo) foram observadas e analisadas. Tais relações revelam-se significativas, porque podem ser usadas no futuro para melhorar a atenção e sensibilidade ao corpo e ao ambiente.
Original languageUnknown
Pages (from-to)online
JournalRevista Sensos-e, Revista Multimédia de Investigação em Educação
Volume0, dezembro 2013
Issue numberNA
Publication statusPublished - 1 Jan 2013

Cite this