Uma maldição recai sobre esta nação e é impossível dela fugir: a Portugiesische Grammatik de Johann Andreas von Jung na construção de uma imagem de Portugal na Alemanha em finais do século XVIII

Translated title of the contribution: A curse falls on this nation and it is not possible to escape it: The role of the Portugiesische Grammatik from Johann Andreas von Jung in shaping a German view about Portugal at the end of the 18th century

Research output: Contribution to conferenceAbstractpeer-review

23 Downloads (Pure)

Abstract

Em 1762, o diplomata prussiano Johann Andreas von Jung veio a Portugal como militar a serviço do Conde de Schaumburg-Lippe, que a pedido do Marquês de Pombal viera liderar as tropas portuguesas na guerra contra a Espanha e fazer a reforma do exército. Dezasseis anos depois, Jung publicou a primeira gramática de português para alemães, cuja primeira parte consiste num ensaio extenso sobre as características nacionais e a produção literária portuguesas, nas quais inclui a ópera e os divertimentos de corte. O seu relato, fortemente polarizado e com uma visão francamente negativa de Portugal, vai ser amplamente difundido e será, nas duas décadas seguintes, uma das mais importantes e mais citadas fontes de informação, na Alemanha, sobre assuntos portugueses, sendo os seus textos reproduzidos e traduzidos em várias línguas. Revestida da autoridade do testemunho ocular e da observação pessoal, tão caras à sensibilidade pré-romântica da época, esta narrativa ocupa durante duas décadas um lugar de destaque que só será contestado com a publicação do relato de viagem de Heinrich Friedrich Link, em 1801, e em menor escala pelo suplemento de Tilesius von Tilenau em 1799. Paradoxalmente, para lá da visão sobranceira, o texto de Jung vai despertar o interesse pela cultura portuguesa, fornecendo as ferramentas gramaticais à tradução directa de textos. Surgem assim, impulsionados por esta gramática, jornais especializados em assuntos portugueses e aumenta exponencialmente o número de traduções para o alemão, levando, em última análise, à primeira tradução integral d'Os Lusíadas em 1806 e à proliferação de artigos e ensaios, nos primeiros anos do século XIX, sobre literatura e música portuguesa. Nesta comunicação, será apresentado e contextualizado este relato, com especial ênfase à recepção na Alemanha, às possíveis motivações para a sua escrita e aos dados sobre a prática musical que dele podem ser retirados.
Translated title of the contributionA curse falls on this nation and it is not possible to escape it: The role of the Portugiesische Grammatik from Johann Andreas von Jung in shaping a German view about Portugal at the end of the 18th century
Original languagePortuguese
Pages43-44
Number of pages2
Publication statusPublished - 2019
EventENIM 2018: VIII Encontro Nacional de Investigação em Música - Instituto Politécnico do Porto, Porto, Portugal
Duration: 8 Nov 201810 Mar 2019
http://www.spimusica.pt/wp-content/uploads/2018/04/Call-ENIM-2018-pt_ing.pdf

Conference

ConferenceENIM 2018
Country/TerritoryPortugal
CityPorto
Period8/11/1810/03/19
Internet address

Fingerprint

Dive into the research topics of 'A curse falls on this nation and it is not possible to escape it: The role of the Portugiesische Grammatik from Johann Andreas von Jung in shaping a German view about Portugal at the end of the 18th century'. Together they form a unique fingerprint.

Cite this