Um Historiador Cineasta [Recensão]

Research output: Contribution to journalArticle

Abstract

O seu novo livro intitulado Jean-Luc Godard, Cinema Historian (2013), Michael Witt aborda alguns dos mais complexos e importantes aspectos da multifacetada obra de Jean-Luc Godard. Partindo de Histoire(s) du Cinéma (1998) como objecto de estudo central, Michael Witt evidencia as proposições históricas aí desenvolvidos e analisa as suas formas, temas e procedimentos através da contextualização dos filmes e dos vídeos criados pelo cineasta Francês ao longo do projecto. Esta recensão crítica centra-se no estudo levado a cabo por Michael Witt sobre as principais influências e metodologias da investigação histórica de Godard, conferindo particular destaque ao encontro dialógico entre Godard e Walter Benjamin. Os modos alternativos de escrita da história convergem com a utilização criativa da montagem e com a exploração das capacidades intuitivas e expressivas da imagem, permitindo ao espectador entrar numa relação subjectiva com o passado. E, no caso de Godard, isso irá orientá-lo em direcção a uma reformulação da sintaxe fílmica e à consequente amplificação das potencialidades do cinema em narrar a história.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)138-142
Number of pages4
JournalAniki: Revista Portuguesa da Imagem em Movimento
Volume3
Issue number1
Publication statusPublished - 2016

Keywords

  • Jean-Luc Godard
  • Walter Benjamin
  • Cinema
  • Historiografia

Cite this