Um cordeiro entre lobos: a missão de Lopo Antunes a Marraquexe (1506)

Research output: Contribution to conferenceAbstract

1 Downloads (Pure)

Abstract

No Outono de 1506, Lopo Fernandes, escudeiro da Guarda Real, partiu de Lisboa rumo ao Castelo Real de Mogador. Daí, deveria seguir numa missão secreta a Marraquexe, cidade já então desejada pela Coroa portuguesa. A missão de que fora incumbido pelo rei D. Manuel I era de particular importância: devia analisar as defesas de Marraquexe, tanto em termos de fortificações como em número de defensores, e verificar se valia a pena, em termos económicos, proceder à conquista da região em torno da cidade.
A missão secreta de Lopo Fernandes inseriu-se no processo de expansão portuguesa em Marrocos, que no reinado de D. Manuel I ganhou novo fôlego. A acção de Lopo Fernandes demonstra, em particular, o forte interesse da Coroa portuguesa pelo sul de Marrocos, sendo que, a breve trecho, seriam conquistadas naquela região praças como Safim (1508) e Azamor (1513). De facto, a demanda de Lopo Fernandes consistiu, sobretudo, numa primeira tentativa de recolha de informações que pudessem auxiliar o avanço português na região. Esse facto não era alheio aos governantes locais, em particular o alcaide de Safim, que procurou impedir o seu prosseguimento ao colocar a prémio a cabeça do agente português, que por então se fazia passar por embaixador enviado a Marraquexe.
Até nós chegaram tanto o regimento dado pelo rei ao seu escudeiro da Guarda Real como a carta que aquele dirigiu ao rei no final da missão. Ambos os documentos são de suma importância para conhecer como eram concebidas e postas em prática missões de espionagem em inícios do século XVI. De facto, na missão de Lopo Fernandes houve um pouco de tudo o que pode ser associado à espionagem, mesmo nos dias de hoje: desde perigo de morte e situações em que o agente português escapou com grande dificuldade, até ao uso de disfarces e identidades falsas para poder passar despercebido entre as tribos locais. Assim sendo, a nossa comunicação centrar-se-á nesta missão de espionagem, que até ao presente momento não foi estudada e nem sequer referida por nenhum autor, nem mesmo os cronistas como Damião de Góis ou Bernardo Rodrigues, enquadrando-a no plano mais vasto do avanço português no sul de Marrocos no reinado manuelino, por forma a compreender a forma como decorreu e a importância de que se revestiu.
Original languagePortuguese
Pages65-66
Number of pages2
Publication statusPublished - 2019
EventEncontro Internacional de Jovens Investigadores de História Moderna - NOVA FCSH, Lisboa, Portugal
Duration: 5 May 20197 May 2019
Conference number: VI
https://viejihm2019.wordpress.com/

Conference

ConferenceEncontro Internacional de Jovens Investigadores de História Moderna
Abbreviated titleEJIHM
CountryPortugal
CityLisboa
Period5/05/197/05/19
Internet address

Cite this

Dias, P. (2019). Um cordeiro entre lobos: a missão de Lopo Antunes a Marraquexe (1506). 65-66. Abstract from Encontro Internacional de Jovens Investigadores de História Moderna, Lisboa, Portugal.