Um breve ensaio inédito de Eduardo Lourenço sobre a génese dos heterónimos

Research output: Contribution to journalArticle

Abstract

Este breve ensaio de Eduardo Lourenço, incompleto, antecipa várias ideias fundamentais de Pessoa Revisitado (1973). Redigido provavelmente em finais dos anos 60 ou inícios de 70, trata a especificidade literária de Caeiro, Reis e Campos, antecipando a famosa tese de que é Caeiro, e não Campos, que depende principalmente de uma relação com Whitman. O texto é publicado com introdução e notas de Pedro Sepúlveda.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)169-175
Number of pages7
JournalColóquio Letras
Volume199
Publication statusPublished - 2018

Keywords

  • Eduardo Lourenço
  • Heteronímia
  • Fernando Pessoa

Cite this