Matar ou Morrer: Narrativas de mulheres, vítimas de violência de género, condenadas pelo homicídio dos seus companheiros

Translated title of the contribution: ‘To kill or to be killed’: Narratives of female victims of intimate partner violence, convicted of the murder of their partners

Mafalda Ferreira, Sofia Neves, Sílvia Andreia da Mota Gomes

    Research output: Contribution to journalArticlepeer-review

    Abstract

    O homicídio conjugal praticado por mulheres ocorre sobretudo em contextos de vitimação. Este texto apresenta um estudo qualitativo realizado através da análise de conteúdo temática das entrevistas semiestruturadas e da análise documental dos processos individuais prisionais de seis reclusas portuguesas condenadas pelo homicídio dos seus companheiros ou ex-companheiros, procurando a eventual relação entre a prática do crime e a exposição a um historial prévio de violência de género na intimidade e problematizando a sua defesa perante o sistema jurídico-penal. Concluiu-se que todas foram vítimas de violência de género por parte dos seus companheiros e que existem lacunas no sistema jurídico-penal relativamente à condenação destas mulheres.
    Translated title of the contribution‘To kill or to be killed’: Narratives of female victims of intimate partner violence, convicted of the murder of their partners
    Original languagePortuguese
    Pages (from-to)80-95
    Number of pages15
    JournalRevista Configurações
    Issue number21
    Publication statusPublished - 2018

    Keywords

    • violência de género
    • reclusas
    • entrevistas
    • processos individuais
    • homicídio conjugal

    Fingerprint

    Dive into the research topics of '‘To kill or to be killed’: Narratives of female victims of intimate partner violence, convicted of the murder of their partners'. Together they form a unique fingerprint.

    Cite this