A Princesinha Branca e Esbelta e o Dragão Negro e Rotundo ou a Torre de Belém vs. a Fábrica de Gás:

Um longo Combate pelo Património

Translated title of the contribution: The Slender White Princess and the Rotund Bçack Dragon or the Tower of Belém vs. the Gasworks: : a Long Struggle for Heritage

Research output: Book/ReportBook

Abstract

O combate pelo património que esta dissertação versa durou sessenta e dois anos. Sessenta e dois anos! Apesar de o título, por si, deixar porventura entrever já o tema em estudo, aqui fica uma breve súmula do seu conteúdo.
Em 1887, a Câmara de Lisboa deliberou ceder os terrenos junto da Torre de Belém à Gaz de Lisboa para instalação das suas diversas oficinas e vastos depósitos de carvão e outros materiais. Os clamores e os protestos veementes foram imediatos e unânimes. Como esquecer a admirável prosa de Ramalho Ortigão a propósito desta situação? “[...] a Torre de Belem emparceira‐se com a chaminé do mais vil e sordido barracão, a qual sacrilegamente a cuspinha e enodôa com salivadas de um fumo espesso, gordorosoe indelével”.
E assim se passariam seis décadas, em campanha persistente pela remoção das instalações da referida Fábrica de Gás junto da magnífica Torre, que, aliás, segundo Raul Lino, “chegou a ser oferecida para instalação de escritórios da poderosa companhia”.
Se são claros os principais actores das tentativas de salvaguarda ao longo dos anos – a imprensa, os arqueólogos, as associações cívicas, as academias, os artistas, alguns vereadores de Lisboa e certos políticos – parece legítimo concluir, também, pela repetida ineficácia dos governos e dos serviços patrimoniais oficiais.
Original languagePortuguese
Place of PublicationLisboa
PublisherAssociação dos Arqueólogos Portugueses
Number of pages66
ISBN (Print)978-972-9451-74-4
Publication statusPublished - 4 Dec 2018

Publication series

NameMonografias
PublisherAssociação dos Arqueólogos Portugueses
Volume6

Keywords

  • Património
  • Vandalismo
  • Lisboa.
  • Torre de Belém
  • Fábrica de Gás
  • Séculos XIX-XX

Cite this