O escorpião como antiga manifestação divina na Mesopotâmia: a sua presença na glíptica do Diyala (c. 3150-2340 a.C.)

Translated title of the contribution: The scorpion as an ancient divine manifestation in Mesopotamia: its presence in the Diyala glyptic (c. 3150-2340 a.C.)

Research output: Contribution to journalArticlepeer-review

Abstract

O escorpião foi um símbolo zoomórfico profusamente representado na arte mesopotâmica, no tempo longo, encontrando-se associado a ideias de renovação, abundância e fertilidade. A sua natureza ctónica, assim como a sua ligação à constelação homónima, estabelecida desde cedo, dotaram este símbolo de profundas significâncias religiosas. Contudo, tradicionalmente, a historiografia tende a identificá-lo como símbolo divino, apenas a partir do II milénio a.C., como manifestação da deusa Išhara.
Recentes propostas académicas, porém, consideram que a insistência na presença de símbolos (fitomórficos, zoomórficos, astrais ou de outros objectos) nas fontes da “terra entre os rios” pode significar uma forma alternativa para representar as divindades mesopotâmicas, ultrapassando o mero valor de atributo ou emblema das mesmas.
Partindo destes pressupostos, e continuando o trabalho que temos vindo a desenvolver sobre a simbologia divina na glíptica do Diyala, propomos revisitar a presença deste animal, em exemplares datados para os períodos de Jamdat Nasr e Dinástico Inicial, focando especialmente no diálogo que o mesmo estabelece com os outros elementos iconográficos representados, assim como com os contextos específicos onde os objectos foram exumados. Esperamos, assim, que este estudo possa contribuir para a discussão em curso sobre as manifestações divinas mesopotâmicas.
Translated title of the contributionThe scorpion as an ancient divine manifestation in Mesopotamia: its presence in the Diyala glyptic (c. 3150-2340 a.C.)
Original languagePortuguese
Pages (from-to)53-79
Number of pages33
JournalCadmo: revista de história antiga
Issue number30
Publication statusPublished - 2021

Keywords

  • Dinástico Inicial
  • Símbolos divinos
  • Divindades astrais
  • Divindades ctónicas
  • Jamdat-Nasr

Fingerprint

Dive into the research topics of 'The scorpion as an ancient divine manifestation in Mesopotamia: its presence in the Diyala glyptic (c. 3150-2340 a.C.)'. Together they form a unique fingerprint.

Cite this