O partido comunista português e a esquerda militar.

Contributo para o estudo da crise político-militar na revolução dos cravos

Translated title of the contribution: The Portuguese Communist Party and the Portuguese military left. : Contributions to the study of the political-military crisis in the Carnation Revolution,

Research output: Contribution to journalArticle

Abstract

Portugal viveu durante a revolução dos cravos uma crise político-militar, cujo epicentro foi a ampliação da dualidade de poderes dentro dos quartéis, depois do MFA ter entrado em crise com a radicalização da situação social e política (ruptura do VI Governo Provisório). Centramo-nos na análise da relação entre os militares, o Estado, o Governo e as mobilizações sociais, entre o final de Agosto de 1975 e 25 de Novembro de 1975, data do golpe que inicia a estabilização do regime democrático-representativo em Portugal. Analisaremos como esta dualidade se desenvolve e vai ser encarada pelo VI Governo Provisório, por um lado, e pelo Partido Comunista, por outro.
Original languageUnknown
Pages (from-to)49-73
Number of pages34
JournalLer Historia
Volume63
DOIs
Publication statusPublished - 2012

    Fingerprint

Cite this