Os Palácios da Memória: Ensaios de Crítica Textual

Translated title of the contribution: The Palaces of Memory: Essays on Textual Criticism

Research output: Book/ReportBook

115 Downloads (Pure)

Abstract

A crítica textual é uma disciplina filológica que se ocupa do texto em processo
de produção e em processo de transmissão.
Na primeira vertente, manipula os manuscritos autógrafos e todas as marcas
nele deixadas pelo autor e que documentam o processo de representação textual condicionado pela intenção do autor e pelo sistema linguístico por ele usado, desde a forma mais primitiva do texto (rascunhos) até ao seu nível terminal
ou à sua forma final.
Na segunda vertente, considera a existência de um original – presente (que
observa e manipula) ou ausente (que postula e conjectura) – e a tradição dele
derivada, partindo depois para o estudo dos afastamentos da tradição face ao
original, quando este está presente; ou para a reconstituição da lição mais próxima da que terá sido no original, quando este está ausente. Os ensaios aqui
reunidos documentam um conjunto de reflexões teóricas e de práticas do autor
sobre a crítica textual em geral, e a genética em particular, resultantes do estudo de manuscritos medievais e de manuscritos autógrafos de grandes escritores
portugueses como Camilo Castelo Branco, Antero de Quental, Eça de Queiroz,
Fernando Pessoa, José Régio ou Vitorino Nemésio.
Translated title of the contributionThe Palaces of Memory: Essays on Textual Criticism
Original languagePortuguese
Place of PublicationCoimbra
PublisherImprensa da Universidade de Coimbra
Number of pages434
ISBN (Electronic)978-989-26-1616-2
ISBN (Print)978-989-26-1615-5
DOIs
Publication statusPublished - Jun 2019

Fingerprint Dive into the research topics of 'The Palaces of Memory: Essays on Textual Criticism'. Together they form a unique fingerprint.

  • Cite this