The impact of agricultural policies and growing investment in olive sector in the Alentejo region

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingChapter

Abstract

Este artigo tem por objetivo compreender de que forma as políticas agrícolas, nomeadamente a Política Agrícola Comum (PAC) tem vindo a influenciar a atual situação de mudança na cultura do olival em Portugal, com particular destaque para a região do Alentejo, e que impactes advêm destas mudanças, essencialmente a nível ambiental, e também compreender quais as razões inerentes a estas políticas que conduzem a um crescente investimento estrangeiro na olivicultura nesta região. Atualmente, no Alentejo, assiste‐se a um aumento da Superfície Agrícola Utilizada (SAU) em culturas permanentes, onde se insere o olival, que por sua vez regista igualmente um acréscimo nas duas últimas décadas. Nesta região é também tendência o decréscimo do número de explorações agrícolas de menor dimensão (até 50ha), no entanto as explorações agrícolas de dimensão superior registaram um aumento em igual período. O aumento na dimensão das explorações agrícolas e da produção de olival, conduzido pelas sucessivas PAC e atuais necessidades de mercado, em cujo aumento da procura representa um estímulo à intensificação da atividade, dá‐se lado a lado com uma crescente mecanização e consequente modernização do sector, bem como uma alteração no modo de produção. Assiste‐se assim a uma mudança na produção da cultura do olival em modo tradicional para um modo de produção intensivo e, sucessivamente, mais superintensivo. No Alentejo, esta mudança na produção foi igualmente impulsionada pela Barragem do Alqueva, cuja construção data de 2002, apesar de só em 2010 ter atingido o seu nível máximo, e de infraestruturas de regadio que lhe estão associadas, fundamentais na transição para culturas mais intensivas, e por isso mais exigentes. Sendo o Alentejo uma das regiões mais suscetíveis à desertificação, importa perceber as dinâmicas em torno do sector olivícola e que impactes ambientais advêm do crescente investimento na intensificação desta actividade, nomeadamente referentes à erosão de solos, perda de biodiversidade, uso elevado da água e um acréscimo na poluição resultante da sua industrialização.
Original languageUnknown
Title of host publicationBook of Proceedings of 19th APDR Congress
Place of PublicationBraga
PublisherAPDR
Pages1153-1159
ISBN (Print)978-989-96353-8-8
Publication statusPublished - 1 Jan 2013

Publication series

NamePOLÍTICAS DE BASE REGIONAL E RECUPERAÇÃO ECONÓMICA
PublisherAPDR

Cite this