O golfo da Guiné e o abastecimento energético de Portugal

Translated title of the contribution: The gulf of Guinea and the Portuguese energetic supply

Research output: Contribution to journalArticle

4 Downloads (Pure)

Abstract

O artigo centra-se na relevância dos hidrocarbonetos do golfo da Guiné, salientando os fatores de atratividade e os riscos respetivos, tendo presente, para além das idiossincrasias locais, a recente mudança de ciclo do upstream destas indústrias, que estão a afetar as decisões de investimento e a reorientar os fluxos de troca destas matérias-primas energéticas. É neste contexto que se constata o reforço da importância da região analisada para o aprovisionamento de Portugal sendo, sobretudo, de relevar a elevadíssima quota das importações nacionais de crude com origem em Angola, situação sem paralelo à escala comunitária, dado esta área económica ser cliente tradicional dos países da ex-União Soviética, do Norte de África e da Noruega.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)61-82
Number of pages21
JournalR:I / Relações Internacionais
Issue number46
Publication statusPublished - Jun 2015

Fingerprint

Angola
Guinea
Portugal
supply

Cite this

@article{0eeb6aabf3ce4a0e84bc39cef8ec69b7,
title = "O golfo da Guin{\'e} e o abastecimento energ{\'e}tico de Portugal",
abstract = "O artigo centra-se na relev{\^a}ncia dos hidrocarbonetos do golfo da Guin{\'e}, salientando os fatores de atratividade e os riscos respetivos, tendo presente, para al{\'e}m das idiossincrasias locais, a recente mudan{\cc}a de ciclo do upstream destas ind{\'u}strias, que est{\~a}o a afetar as decis{\~o}es de investimento e a reorientar os fluxos de troca destas mat{\'e}rias-primas energ{\'e}ticas. {\'E} neste contexto que se constata o refor{\cc}o da import{\^a}ncia da regi{\~a}o analisada para o aprovisionamento de Portugal sendo, sobretudo, de relevar a elevad{\'i}ssima quota das importa{\cc}{\~o}es nacionais de crude com origem em Angola, situa{\cc}{\~a}o sem paralelo {\`a} escala comunit{\'a}ria, dado esta {\'a}rea econ{\'o}mica ser cliente tradicional dos pa{\'i}ses da ex-Uni{\~a}o Sovi{\'e}tica, do Norte de {\'A}frica e da Noruega.",
author = "Carlos Nunes",
note = "info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147295/PT# UID/CPO/04627/2013",
year = "2015",
month = "6",
language = "Portuguese",
pages = "61--82",
journal = "R:I / Rela{\cc}{\~o}es Internacionais",
issn = "1645-9199",
publisher = "Universidade Nova de Lisboa, Instituto Portugu{\^e}s de Rela{\cc}{\~o}es Internacionais",
number = "46",

}

O golfo da Guiné e o abastecimento energético de Portugal. / Nunes, Carlos.

In: R:I / Relações Internacionais, No. 46, 06.2015, p. 61-82.

Research output: Contribution to journalArticle

TY - JOUR

T1 - O golfo da Guiné e o abastecimento energético de Portugal

AU - Nunes, Carlos

N1 - info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147295/PT# UID/CPO/04627/2013

PY - 2015/6

Y1 - 2015/6

N2 - O artigo centra-se na relevância dos hidrocarbonetos do golfo da Guiné, salientando os fatores de atratividade e os riscos respetivos, tendo presente, para além das idiossincrasias locais, a recente mudança de ciclo do upstream destas indústrias, que estão a afetar as decisões de investimento e a reorientar os fluxos de troca destas matérias-primas energéticas. É neste contexto que se constata o reforço da importância da região analisada para o aprovisionamento de Portugal sendo, sobretudo, de relevar a elevadíssima quota das importações nacionais de crude com origem em Angola, situação sem paralelo à escala comunitária, dado esta área económica ser cliente tradicional dos países da ex-União Soviética, do Norte de África e da Noruega.

AB - O artigo centra-se na relevância dos hidrocarbonetos do golfo da Guiné, salientando os fatores de atratividade e os riscos respetivos, tendo presente, para além das idiossincrasias locais, a recente mudança de ciclo do upstream destas indústrias, que estão a afetar as decisões de investimento e a reorientar os fluxos de troca destas matérias-primas energéticas. É neste contexto que se constata o reforço da importância da região analisada para o aprovisionamento de Portugal sendo, sobretudo, de relevar a elevadíssima quota das importações nacionais de crude com origem em Angola, situação sem paralelo à escala comunitária, dado esta área económica ser cliente tradicional dos países da ex-União Soviética, do Norte de África e da Noruega.

M3 - Article

SP - 61

EP - 82

JO - R:I / Relações Internacionais

JF - R:I / Relações Internacionais

SN - 1645-9199

IS - 46

ER -