The finest work ever to come out from China: chinese textiles, agency and political meaning in the christening of a princess-heiress (1669)

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingConference contributionpeer-review

Abstract

Em 1669 a Casa Real portuguesa comemorava o baptizado de D. Isabel de Bragança, a tão desejada sucessora do trono nascida após a restauração da independência da monarquia portuguesa (1640). Acto primacial de iniciação à vida cristã, o baptismo é também um meio de firmar alianças e consolidar redes de solidariedades, nomeadamente, por via dos padrinhos escolhidos para a criança sendo que, para o efeito, foram convidados Catarina de Bragança, rainha de Inglaterra e Luís XIV, rei de França.
Nesta comunicação proponho-me analisar o magnífico programa decorativo que ornamentou o paço real da Ribeira para a ocasião festiva, sobretudo assente em requintados adereços têxteis. Tal foi o caso de uma armação chinesa, exposta na sala de estrado, cuja eleição visou, como pretendo demonstrar, a construção de uma imagem simbólica de poder da nova Casa Real num momento político de crucial importância da sua história.
Original languageEnglish
Title of host publicationMulheres da realeza ibérica mediadoras políticas e culturais
EditorsGonzalo del Puerto, Mercedes Llorente, Renato Epifânio, Alice Santiago Faria, Maria Barreto Dávila
Place of PublicationLisboa
PublisherInstituto Cervantes | MIL: Movimento Internacional Lusófono | DG Edições
Pages189-212
Number of pages23
ISBN (Print)978-989-54464-3-8
Publication statusPublished - 2019
EventColóquio Mulheres da realeza ibérica mediadoras políticas e culturais - Instituto Cervantes, Lisbon, Portugal
Duration: 25 Oct 201825 Oct 2018

Conference

ConferenceColóquio Mulheres da realeza ibérica mediadoras políticas e culturais
CountryPortugal
CityLisbon
Period25/10/1825/10/18

Fingerprint

Dive into the research topics of 'The finest work ever to come out from China: chinese textiles, agency and political meaning in the christening of a princess-heiress (1669)'. Together they form a unique fingerprint.

Cite this