O discurso epistolográfico no De officiis de Cícero

Translated title of the contribution: The epistolographic discourse in Cicero’s De officiis

Research output: Contribution to journalArticle

Abstract

A obra ciceroniana é conhecida não só pelos tratados políticos que o orador romano escreveu,
mas também pela sua vasta correspondência informal. Porém, Cícero nem sempre estabelece uma
fronteira nítida entre os tipos de texto que cria, misturando por vezes estratégias retórico-discursivas
de diversos géneros numa mesma obra. É o que sucede no tratado De officiis, em que Cícero expõe o
seu pensamento acerca da conduta a observar por um estadista e que tem por destinatário o filho, como
se de uma longa carta se tratasse. Neste estudo, estabeleceremos um confronto entre as características
epistolográficas típicas das cartas ciceronianas e alguns mecanismos linguístico-textuais próprios do
texto epistolar que estão presentes no De officiis, tendo por objetivo compreender até que ponto o orador
mistura regras discursivas da oratória com regras próprias da epistolografia, elaborando uma obra
que, sendo um tratado filosófico, apresenta as mesmas marcas de interação epistolar que se encontram
nas suas cartas.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)197-217
Number of pages20
JournalCuadernos de Filología Clásica. Estudios Latinos
Volume37
Issue number2
DOIs
Publication statusPublished - 2017

Fingerprint

discourse

Keywords

  • De officiis
  • Cícero
  • epistolografia

Cite this

@article{37f9d986feaa4c37a1bea1f6b159ef5a,
title = "O discurso epistologr{\'a}fico no De officiis de C{\'i}cero",
abstract = "A obra ciceroniana {\'e} conhecida n{\~a}o s{\'o} pelos tratados pol{\'i}ticos que o orador romano escreveu,mas tamb{\'e}m pela sua vasta correspond{\^e}ncia informal. Por{\'e}m, C{\'i}cero nem sempre estabelece umafronteira n{\'i}tida entre os tipos de texto que cria, misturando por vezes estrat{\'e}gias ret{\'o}rico-discursivasde diversos g{\'e}neros numa mesma obra. {\'E} o que sucede no tratado De officiis, em que C{\'i}cero exp{\~o}e oseu pensamento acerca da conduta a observar por um estadista e que tem por destinat{\'a}rio o filho, comose de uma longa carta se tratasse. Neste estudo, estabeleceremos um confronto entre as caracter{\'i}sticasepistologr{\'a}ficas t{\'i}picas das cartas ciceronianas e alguns mecanismos lingu{\'i}stico-textuais pr{\'o}prios dotexto epistolar que est{\~a}o presentes no De officiis, tendo por objetivo compreender at{\'e} que ponto o oradormistura regras discursivas da orat{\'o}ria com regras pr{\'o}prias da epistolografia, elaborando uma obraque, sendo um tratado filos{\'o}fico, apresenta as mesmas marcas de intera{\cc}{\~a}o epistolar que se encontramnas suas cartas.",
keywords = "De officiis, C{\'i}cero, epistolografia",
author = "Frade, {Mafalda Maria Leal de Oliveira E Silva}",
note = "info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147316/PT# UID/LIN/03213/2013 SFRH/BPD/47528/2008",
year = "2017",
doi = "http://dx.doi.org/10.5209/CFCL.57802",
language = "Portuguese",
volume = "37",
pages = "197--217",
journal = "Cuadernos de Filolog{\'i}a Cl{\'a}sica. Estudios Latinos",
number = "2",

}

TY - JOUR

T1 - O discurso epistolográfico no De officiis de Cícero

AU - Frade, Mafalda Maria Leal de Oliveira E Silva

N1 - info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147316/PT# UID/LIN/03213/2013 SFRH/BPD/47528/2008

PY - 2017

Y1 - 2017

N2 - A obra ciceroniana é conhecida não só pelos tratados políticos que o orador romano escreveu,mas também pela sua vasta correspondência informal. Porém, Cícero nem sempre estabelece umafronteira nítida entre os tipos de texto que cria, misturando por vezes estratégias retórico-discursivasde diversos géneros numa mesma obra. É o que sucede no tratado De officiis, em que Cícero expõe oseu pensamento acerca da conduta a observar por um estadista e que tem por destinatário o filho, comose de uma longa carta se tratasse. Neste estudo, estabeleceremos um confronto entre as característicasepistolográficas típicas das cartas ciceronianas e alguns mecanismos linguístico-textuais próprios dotexto epistolar que estão presentes no De officiis, tendo por objetivo compreender até que ponto o oradormistura regras discursivas da oratória com regras próprias da epistolografia, elaborando uma obraque, sendo um tratado filosófico, apresenta as mesmas marcas de interação epistolar que se encontramnas suas cartas.

AB - A obra ciceroniana é conhecida não só pelos tratados políticos que o orador romano escreveu,mas também pela sua vasta correspondência informal. Porém, Cícero nem sempre estabelece umafronteira nítida entre os tipos de texto que cria, misturando por vezes estratégias retórico-discursivasde diversos géneros numa mesma obra. É o que sucede no tratado De officiis, em que Cícero expõe oseu pensamento acerca da conduta a observar por um estadista e que tem por destinatário o filho, comose de uma longa carta se tratasse. Neste estudo, estabeleceremos um confronto entre as característicasepistolográficas típicas das cartas ciceronianas e alguns mecanismos linguístico-textuais próprios dotexto epistolar que estão presentes no De officiis, tendo por objetivo compreender até que ponto o oradormistura regras discursivas da oratória com regras próprias da epistolografia, elaborando uma obraque, sendo um tratado filosófico, apresenta as mesmas marcas de interação epistolar que se encontramnas suas cartas.

KW - De officiis

KW - Cícero

KW - epistolografia

U2 - http://dx.doi.org/10.5209/CFCL.57802

DO - http://dx.doi.org/10.5209/CFCL.57802

M3 - Article

VL - 37

SP - 197

EP - 217

JO - Cuadernos de Filología Clásica. Estudios Latinos

JF - Cuadernos de Filología Clásica. Estudios Latinos

IS - 2

ER -