A Revolução dos Cravos e o controlo operário

Translated title of the contribution: The carnation revolution and workers’ control

Research output: Contribution to journalArticlepeer-review

9 Downloads (Pure)

Abstract

Neste artigo argumentamos que a característica fundamental da revolução portuguesa de 1974/75 é a luta sociológica de classes sociais travada dentro das empresas e, sobretudo, nas grandes unidades industriais. Defendemos, no âmbito de uma revisão da literatura, dever essa disputa definir-se como controlo operário, distinguindo-o quer do seu contrário - o controlo da produção, ou seja, estatalnacional - quer de formas de cogestão ou autogestão, as quais aparecem frequentemente misturadas.
Translated title of the contributionThe carnation revolution and workers’ control
Original languagePortuguese
Pages (from-to)327-337
Number of pages11
JournalKatálysis
Volume23
Issue number2
DOIs
Publication statusPublished - 2020

Keywords

  • Controlo Operário
  • Autogestão
  • Revolução dos Cravos

Fingerprint Dive into the research topics of 'The carnation revolution and workers’ control'. Together they form a unique fingerprint.

Cite this