A Prática de Ensino Supervisionada nos mestrados de formação de educadores/as e professores/as em Portugal: vozes das coordenadoras

Translated title of the contribution: Supervised teaching practice in the masters of education training in Portugal: The voices of the coordinators

Research output: Contribution to journalArticle

Abstract

A investigação sobre formação de professores/as e educadores/as tem sido profícua e plural. Não obstante, pouco se sabe sobre o que coordenadores/as ou diretores/as de curso sentem e refletem acerca da Prática de Ensino Supervisionada (PES). O estudo exploratório que apresentamos no presente artigo, a partir da interlocução entre a Sociologia e as Ciências da Educação, teve como principal objetivo identificar e analisar a opinião de 13 coordenadoras sobre os mestrados de formação de educadores/as e professores/as do 1.º e 2.º Ciclo do Ensino Básico em Portugal - o lugar, a função e o perfil dos supervisores/as, a avaliação do processo de supervisão, bem como o modelo supervisivo adotado, os pontos fortes e fracos identificados no atual modelo da PES, propostas de alteração ao modelo existente e o grau de satisfação das coordenadoras com a PES. O desenho da pesquisa mobilizou procedimento de recolha de dados assente numa metodologia qualitativa, a partir da aplicação de um questionário e consequente análise e interpretação analítica. Como principais resultados, verificamos, globalmente, a ausência de um modelo de supervisão institucionalizado, ainda que a PES assuma, nos discursos, um lugar central na formação docente.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)111-134
Number of pages23
JournalRevista Práxis Educacional
Volume14
Issue number30
Publication statusPublished - 2018

Keywords

  • Prática de Ensino Supervisionada
  • Mestrados em Formação de Educadores/as e Professores/as do 1.º e 2.º Ciclo do Ensino Básico
  • Coordenadoras de Curso

Fingerprint Dive into the research topics of 'Supervised teaching practice in the masters of education training in Portugal: The voices of the coordinators'. Together they form a unique fingerprint.

  • Cite this