Sacrários esféricos entre Lisboa e Minas Gerais: uma abordagem iconográfica e estilística

Translated title of the contribution: Spherical tabernacles between Lisbon and Minas Gerais: an iconographic and stylistic approach

Sílvia Ferreira, Aziz José de Oliveira Pedrosa

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingChapterpeer-review

Abstract

As normativas do Concílio de Trento (1545-1563) e as regras específicas delas derivadas, nomeadamente pelas constituições sinodais, replicaram-se por todo o mundo católico. A compreensão de como estas ações condicionaram a produção artística barroca luso-brasileira de uma das peças fundamentais da liturgia: os sacrários, concretamente aqueles que adotaram a forma esférica em talha dourada, será um dos objetivos deste estudo. A sua fortuna iconográfica e estética alicerça-se nas grandes produções teológicas e imagéticas produzidas no seio da Companhia de Jesus, nomeadamente na sua igreja romana do Gesù. Esta estética, também replicada em Lisboa, na banqueta de prata que o ourives Frederico Ludovici desenhou e executou para os jesuítas do colégio de Santo Antão, que incluía um sacrário esférico, alcançou vasta fortuna e derivou de Lisboa para o resto do país, bem como para o Brasil.
Translated title of the contributionSpherical tabernacles between Lisbon and Minas Gerais: an iconographic and stylistic approach
Original languagePortuguese
Title of host publicationBarroco em movimento
Subtitle of host publicationPortugal e Brasil e a construção de um novo olhar
EditorsSílvia Ferreira, Patrícia Urias
Place of PublicationSevilha
PublisherEnredars Publicaciones
Pages309-344
Number of pages36
Volume19
ISBN (Electronic)978-84-09-38875-2
Publication statusPublished - Mar 2022

Publication series

NameUniverso Barroco Iberoamericano
Volume19

Keywords

  • Brazil
  • Portugal
  • Baroque
  • Architecture
  • Art

Fingerprint

Dive into the research topics of 'Spherical tabernacles between Lisbon and Minas Gerais: an iconographic and stylistic approach'. Together they form a unique fingerprint.

Cite this