Sounds Like Home: as paisagens sonoras domésticas na construção do quotidiano e como objeto de composição

Research output: ThesisMaster's Thesis

Abstract

Sarah Pink (2009) e Michel Chion (2008) defendem que apesar de vivermos numa sociedade dominada pela visão em detrimento dos outros sentidos, o quotidiano deve ser entendido de forma multisenorial. Parti do conceito de etnografia sensorial desenvolvido por Pink (2009) e da teorização da música no quotidiano feita por Tia DeNora (2004), para investigar e discutir a importância que as paisagens sonoras domésticas assumem no quotidiano atual. Para esta investigação defini um estudo de caso, circunscrito a quatro habitantes da idade de Lisboa. Procurei deste modo compreender a relevância dos sons na onstrução do quotidiano doméstico, funcionando como proporcionadores de conforto e do sentimento de lar, dando sentido à realização de rotinas e funcionando como uma prótese na construção da identidade. Esse papel que os sons assumem no quotidiano doméstico apenas é possível devido ao seu poder evocativo (Turkle 2007). Defendo, durante este processo e neste tipo de investigação, uma atitude de escuta evocativa, em que os participantes convidados pelo investigador, fazendo uso da audição, da memória sensorial e da imaginação conseguem trazer até si o poder que os sons, que fazem e/ou fizeram parte das paisagens sonoras da história individual de cada um, têm de os transportar para sítios e situações mais ou menos distantes. Este poder é possível devido à criação de significados e saberes construídos a partir das relações do indivíduo com o contexto onde eles foram experienciados. A partir desse poder evocativo dos sons em relação com o contexto, são produzidas e encadeadas rotinas que constituem o quotidiano e a vida social. Com base nestas premissas e naquilo que foi a minha experiência do quotidiano dos quatro participantes, concebi quatro composições sonoras que foram depois usadas por cada um deles na construção de novas rotinas e experiências, levando a questões sobre a categorização entre música, arte sonora e música ambiente, levantadas a partir da direção do foco auditivo e da atenção que foi dada a estes objetos e
a maneira como cada um deste indivíduos interagiu com eles. Esta dissertação pretende assim demonstrar como as paisagens sonoras são elementos chave na construção do ambiente sonoro e do quotidiano domésticos e como podem ser usadas na construção de novos modelos de comunicação e produtos audiovisuais, concebidos com o propósito de serem um elemento de preenchimento e de decoração do espaço doméstico.
Sarah Pink (2009) and Michel Chion (2008) argue that although we live in society dominated by vision to the detriment of other senses, everyday life should be understood in a multisenorial way. I started with the concept of sensorial ethnography developed by Pink (2009) and the theorization of music in everyday life by Tia DeNora (2004), to investigate and theorize the importance that the domestic soundscapes of four people with whom I have a relation of friendship, inhabitants in Lisbon, can have in the construction of the domestic daily life, functioning as comfort and home makers, giving meaning to the performance of routines and functioning as a prosthesis in the construction of the identity. This role that sounds assume in domestic everyday life is only possible because of its evocative power (Turkle 2007). During this process and in this type of investigation, I advocate an evocative listening attitude in which the research participants invited by the researcher, making use of hearing, sensory memory and imagination, can bring to themselves the power that sounds, which make and / or were part of the soundscapes of each individual history have, to transport them to places and situations, more or less, distant. This power of sounds is possible due to the creation of meanings and knowledge built from the relationships of the individual with the context where they were experienced. From this evocative power of sounds, in relation to context, are produced and chained routines that constitute daily and social life. Based on these premises and in what was my daily experience of the four participants, I conceived four sound compositions that were later used by each of them as any other object in the construction of new routines and experiences, leading to questions about the categorization between music, sound art, and ambient music raised from the direction of auditory focus and the attention paid to these objects and the way in which each of these individuals interacted with them. This dissertation aims, although based on four specific cases, to show how oundscapes are key elements in the construction of the sound environment and domestic everyday life and how they can be used in the construction of new audiovisual products and models of communication, designed for the purpose of being an element of filling and decorating the domestic space.
Original languagePortuguese
QualificationMaster of Philosophy
Awarding Institution
  • Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH)
Supervisors/Advisors
  • Brandão, Paula Ribeiro , Supervisor
Award date4 Jan 2018
Publication statusPublished - 4 Jan 2018

Cite this