Educação sexual entre a escola e a família

afinidades difíceis de afinar

Translated title of the contribution: Sexual education between school and family: affinities difficult to adjust

Research output: Contribution to journalArticle

Abstract

Escola pública e famílias são instituições onde, ora se articulam ora se litigam, valores, saberes e responsabilidades sobre a educação sexual dos jovens escolares. Apesar das políticas educativas apontarem resolutamente para uma dinâmica de articulação entre estas instituições, sur-gem frequentemente tensões, dilemas e controvérsias, que indiciam uma difícil articulação na concretização dos projetos de educação sexual na escola pública portuguesa. Neste sentido, o presente artigo tem por objetivo analisar e interpretar os argumentos esgrimidos por pais e professores sobre a quem compete coordenar, guiar e apoiar estas ações educativas. Com base neste objetivo, foi mobilizado um protocolo metodológico que envolve um conjunto diversificado de técnicas de recolha de dados: entrevistas; questionários; observação etnográfica e pesquisa documental. Em traços gerais, esta pesquisa empírica permite concluir que apesar das referidas tensões entre a escola e a família, uma lógica associada à proteção e ao bem-estar físico e emocional juvenil, presente nos programas de educação sexual escolar, é fundamental para encontrar sentidos de coordenação entre as duas instituições.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)101-115
Number of pages14
JournalRASE: Revista de la Asociación de Sociología de la Educación
Volume11
Issue number1
Publication statusPublished - 2018

Fingerprint

family education
school education

Keywords

  • educação sexual
  • responsabilidade
  • escola
  • família
  • íntimo
  • público

Cite this

@article{815c6cf521844c2a8262fa9343d9b354,
title = "Educa{\cc}{\~a}o sexual entre a escola e a fam{\'i}lia: afinidades dif{\'i}ceis de afinar",
abstract = "Escola p{\'u}blica e fam{\'i}lias s{\~a}o institui{\cc}{\~o}es onde, ora se articulam ora se litigam, valores, saberes e responsabilidades sobre a educa{\cc}{\~a}o sexual dos jovens escolares. Apesar das pol{\'i}ticas educativas apontarem resolutamente para uma din{\^a}mica de articula{\cc}{\~a}o entre estas institui{\cc}{\~o}es, sur-gem frequentemente tens{\~o}es, dilemas e controv{\'e}rsias, que indiciam uma dif{\'i}cil articula{\cc}{\~a}o na concretiza{\cc}{\~a}o dos projetos de educa{\cc}{\~a}o sexual na escola p{\'u}blica portuguesa. Neste sentido, o presente artigo tem por objetivo analisar e interpretar os argumentos esgrimidos por pais e professores sobre a quem compete coordenar, guiar e apoiar estas a{\cc}{\~o}es educativas. Com base neste objetivo, foi mobilizado um protocolo metodol{\'o}gico que envolve um conjunto diversificado de t{\'e}cnicas de recolha de dados: entrevistas; question{\'a}rios; observa{\cc}{\~a}o etnogr{\'a}fica e pesquisa documental. Em tra{\cc}os gerais, esta pesquisa emp{\'i}rica permite concluir que apesar das referidas tens{\~o}es entre a escola e a fam{\'i}lia, uma l{\'o}gica associada {\`a} prote{\cc}{\~a}o e ao bem-estar f{\'i}sico e emocional juvenil, presente nos programas de educa{\cc}{\~a}o sexual escolar, {\'e} fundamental para encontrar sentidos de coordena{\cc}{\~a}o entre as duas institui{\cc}{\~o}es.",
keywords = "educa{\cc}{\~a}o sexual, responsabilidade, escola, fam{\'i}lia, {\'i}ntimo, p{\'u}blico",
author = "Resende, {Jos{\'e} Manuel} and Beirante, {David Alexandre Assun{\cc}{\~a}o da Paz} and Lu{\'i}s Gouveia",
note = "info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147304/PT# UID/SOC/04647/2013",
year = "2018",
language = "Portuguese",
volume = "11",
pages = "101--115",
journal = "RASE: Revista de la Asociaci{\'o}n de Sociolog{\'i}a de la Educaci{\'o}n",
issn = "1988-7302",
number = "1",

}

TY - JOUR

T1 - Educação sexual entre a escola e a família

T2 - afinidades difíceis de afinar

AU - Resende, José Manuel

AU - Beirante, David Alexandre Assunção da Paz

AU - Gouveia, Luís

N1 - info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147304/PT# UID/SOC/04647/2013

PY - 2018

Y1 - 2018

N2 - Escola pública e famílias são instituições onde, ora se articulam ora se litigam, valores, saberes e responsabilidades sobre a educação sexual dos jovens escolares. Apesar das políticas educativas apontarem resolutamente para uma dinâmica de articulação entre estas instituições, sur-gem frequentemente tensões, dilemas e controvérsias, que indiciam uma difícil articulação na concretização dos projetos de educação sexual na escola pública portuguesa. Neste sentido, o presente artigo tem por objetivo analisar e interpretar os argumentos esgrimidos por pais e professores sobre a quem compete coordenar, guiar e apoiar estas ações educativas. Com base neste objetivo, foi mobilizado um protocolo metodológico que envolve um conjunto diversificado de técnicas de recolha de dados: entrevistas; questionários; observação etnográfica e pesquisa documental. Em traços gerais, esta pesquisa empírica permite concluir que apesar das referidas tensões entre a escola e a família, uma lógica associada à proteção e ao bem-estar físico e emocional juvenil, presente nos programas de educação sexual escolar, é fundamental para encontrar sentidos de coordenação entre as duas instituições.

AB - Escola pública e famílias são instituições onde, ora se articulam ora se litigam, valores, saberes e responsabilidades sobre a educação sexual dos jovens escolares. Apesar das políticas educativas apontarem resolutamente para uma dinâmica de articulação entre estas instituições, sur-gem frequentemente tensões, dilemas e controvérsias, que indiciam uma difícil articulação na concretização dos projetos de educação sexual na escola pública portuguesa. Neste sentido, o presente artigo tem por objetivo analisar e interpretar os argumentos esgrimidos por pais e professores sobre a quem compete coordenar, guiar e apoiar estas ações educativas. Com base neste objetivo, foi mobilizado um protocolo metodológico que envolve um conjunto diversificado de técnicas de recolha de dados: entrevistas; questionários; observação etnográfica e pesquisa documental. Em traços gerais, esta pesquisa empírica permite concluir que apesar das referidas tensões entre a escola e a família, uma lógica associada à proteção e ao bem-estar físico e emocional juvenil, presente nos programas de educação sexual escolar, é fundamental para encontrar sentidos de coordenação entre as duas instituições.

KW - educação sexual

KW - responsabilidade

KW - escola

KW - família

KW - íntimo

KW - público

M3 - Article

VL - 11

SP - 101

EP - 115

JO - RASE: Revista de la Asociación de Sociología de la Educación

JF - RASE: Revista de la Asociación de Sociología de la Educación

SN - 1988-7302

IS - 1

ER -