12 Downloads (Pure)

Abstract

Praticamente desconhecida em Portugal, a obra de Mario Mieli (1952-1983) confunde-se com a sua vida militante e encontra-se em processo de redescoberta, num tempo em que as mais jovens gerações queer avançam com projetos afins da sua gaia scienza, e nomeadamente da sua conceção particular de transsexualidade, que todavia desconhecem, e também nas questões que já então suscitava. O texto apresenta-a nos seus nove pontos, descreve a sua irradiação nos estudos queer, nas suas virtualidades e limitações, e a sua receção crítica até ao presente.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)68-89
Number of pages21
Journale-Letras com Vida
Issue number1
Publication statusPublished - 17 Dec 2018

Cite this