Reunir o tempo e o espaço no/do Convento dos Capuchos de Alferrara

Victor Mestre, Sofia Aleixo

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingChapter

Abstract

Na formação do lugar do convento dos Franciscanos Capuchos de Alferrara, o tempo e a paisagem revelaram-se fundamentais. O tempo, proporcionando o movimento das sombras que regrava a vida conventual, permanece intocável nos espaços cuja natureza envolvente foi redesenhando a paisagem. O complexo conventual permanece em ruína, num silêncio que se afigura incómodo para alguns, mas que escutamos atentamente.
Neste artigo é apresentado o convento dos Capuchos e sua envolvente paisagística como uma paisagem cultural a ser escutada. E nesse sentido se explicita a metodologia de intervenção, primeira acção que deriva de um abrangente Plano Director de Salvaguarda do Conjunto Arquitectónico e Paisagístico. Programado a 25 anos, este Plano permitirá uma lenta e partilhada chegada do futuro, propondo que se assegure a integridade da memória temporal presente na materialidade e no eco que ressoa das paredes de múltiplas texturas, onde os desprendimentos artísticos e sensoriais revelam os ciclos sobrepostos de vidas que ali ocorreram. A ética de intervenção delineada está para além da materialidade inscrevendo-a num contexto poético e filosófico, almejando que as esculturas arquitectónicas de um tempo perdido perdurem no lugar.
Original languagePortuguese
Title of host publicationO Claustro e o Século
Subtitle of host publicationEspaços, Fronteiras e Identidades
EditorsAntónia Fialho Conde, Olga Magalhães, António Camões Gouveia
Place of PublicationÉvora
PublisherCIDEHUS
Pages1-29
Number of pages29
ISBN (Electronic)9791036557927
DOIs
Publication statusPublished - 2020

Publication series

NameBiblioteca - Estudos & Colóquios
Number16

Keywords

  • Covent
  • Nature
  • Cultural landscape
  • Place
  • Capuchins
  • Intervention ethics
  • Covento
  • Natureza
  • Paisagem cultural
  • Lugar
  • Capuchos
  • Ética de intervenção

Cite this