Religião como cultura? As festas do Divino, o tambor de mina e o regime patrimonial

Translated title of the contribution: Religion as Culture?: Holy Ghost festas, tambor de mina and the heritage regime

Research output: Contribution to journalArticlepeer-review

43 Downloads (Pure)

Abstract

Este artigo visa proceder ao exame das políticas e práticas de objetificação das festas do Divino de São Luís (Maranhão) e dos seus impactos nos terreiros de tambor de mina, onde se realiza a maioria das festas. Defende que um dos efeitos dessas políticas e práticas foi a culturalização das festas, isto é, a sua tematização em torno de ideias sobre cultura, raízes e tradição. Examina também os termos dessa culturalização. Esta deve ser vista não tanto como um processo de ressignificação radical das festas, mas como um processo de adição de um novo significado – cultural – aos significados – religiosos e sociais – que continuam a caracterizar as festas.
Translated title of the contributionReligion as Culture?: Holy Ghost festas, tambor de mina and the heritage regime
Original languagePortuguese
Pages (from-to)91-112
Number of pages21
JournalRevista Pós Ciências Sociais
Volume15
Issue number30
DOIs
Publication statusPublished - 2018

Keywords

  • Religião
  • Festa
  • Tambor de Mina

Fingerprint

Dive into the research topics of 'Religion as Culture? Holy Ghost festas, tambor de mina and the heritage regime'. Together they form a unique fingerprint.

Cite this