Reestruturação Produtiva na Europa

Research output: Contribution to journalArticlepeer-review

7 Downloads (Pure)

Abstract

Neste artigo analisamos a composição da força de trabalho na Europa e sua evolução, centrando-nos na relação entre precariedade, desemprego e segurança social, desde a crise de 1970 aos nossos dias, com particular atenção para as mudanças ocorridas depois da crise de 1970, da crise 1981-1984 e da crise de 2008. Centrar-nos-emos na composição da força de trabalho interna e externa (migrações) bem como nos efeitos a curto e médio prazo dos programas sociais focalizados e seu impacto na restruturação da força de trabalho, que veio colocar em causa o pacto social erguido na Europa do Norte e centro no pós guerra e na Europa do sul depois da revolução portuguesa e da transição espanhola nos anos 70 do século XX. As fontes deste trabalho são quantitativas (estatísticas da Comissão Europeia, análise de balanços sociais de empresa, Eurostat e INE) e qualitativas (pesquisa da evolução das políticas sindicais, entrevistas, entre outras).
Original languagePortuguese
Pages (from-to)157 - 167
Number of pages11
JournalKatálysis
Volume21
Issue number1
DOIs
Publication statusPublished - 2018

Keywords

  • Europa.
  • Seguridade Social
  • Desemprego
  • Precariedade
  • Relações Laborais

Cite this