Rede Colaborativa de Escolas no Processo de Gestão Curricular Contextualizada

Sílvia Almeida, Maria Do Céu Roldão, Eva Gonçalves, Susana Batista, Maria João Carvalho

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingConference contributionpeer-review

3 Downloads (Pure)

Abstract

A acompanhar as mudanças na organização dos sistemas educativos desde adécada de 80 do século XX, que se pautam por modos de regulação maisdescentralizados, horizontais e em rede, têm surgido políticas de accountabilityreflexiva, que supõem o compromisso e autoavaliação por parte dos atores locais sobre as suas práticas. Paralelamente, e com o conhecimento a assumir um papel central na ação social, a profissão de professor tem vindo a ser redefinida em função de um modelo do professor reflexivo, que é capaz de melhorar as suas práticas através de processos de autoavaliação e de trabalho colaborativo intra e entre escolas.Neste estudo, centramo-nos no equacionamento destas questões sobre o tema do currículo, que se constitui de certa forma como paradigmático nas mudanças verificadas na regulação do sistema, ao passar de um paradigma do currículo uniforme e prescritivo para um paradigma da flexibilização ou gestão curricular contextualizada, colocando no centro o trabalho das escolas e dos professores. A introdução deste paradigma pelas políticas educativas determinou às escolas a elaboração de um projeto curricular.O presente estudo foi desenvolvido no âmbito do Projeto Curriculum Monitor, que se centra no desenvolvimento de modelos de análise e avaliação curricular, e do Projeto ESCXEL, uma rede de trabalho colaborativo entre municípios, escolas e um centro de investigação. Pretende-se, assim, perceber: i) De que forma as escolas concebem e mobilizam o projeto curricular como documento estratégico? ii) Como é que a participação em rede pode ajudar a melhorar as práticas de gestão curricular e tornar os profissionais mais reflexivos sobre essas práticas?Privilegiou-se uma metodologia qualitativa, através da análise de conteúdo aos Projetos Curriculares e a técnica do focus group aplicada a três unidades orgânicas.Os principais resultados demonstram que a natureza prescritiva da produção deste tipo de documentos, articulada com a pouca tradição de autonomia na condução do ensino por parte das escolas, e ainda o hábito predominante de trabalho docente em lógica individual/departamental, configuram explicações para uma escassa valia estratégica dos Projetos Curriculares como instrumentos de gestão curricular. Ainda assim, identificaram-se nos discursos algumas práticas de contextualização curricular que podem ser potenciadas com a participação em rede.
Since the 80’s of the 20th century, along with changes in educational systems towards decentralized modes of regulation, horizontal and networks, policies have been introducing reflexive accountability practices that presume commitment and selfassessment by local actors about their own practices. Therefore, and also because knowledge has been assuming a central role within social action, teaching is being redefined according to the model of the reflexive teacher, a professional capable of improving his actions through self-assessment and collaborative work between colleagues and schools. In this paper, we focused on the Curriculum to study decentralized modes of regulation, and reflexive accountability practices. The evolution of the development of the Curriculum in schools is another expression of changes in educational systems regulation: from a prescriptive curriculum to be applied in all schools, to a contextualized curriculum management paradigm that places at the centre schools and teachers work. The new paradigm of curriculum management in schools, introduced by recent educational policies, determines that each school has to design its own Curriculum Project. Present study was developed within the scope of Curriculum Monitor Project, and aims to develop curricular analysis and evaluation templates, and of ESCXEL Project, a collaboration network between municipalities, schools and a research centre. Therefore, it is intended to understand: i) in which way schools conceive and mobilize the curricular project as a strategic document?; ii) how can participating in a network can help improve schools’ curricular management practices and, at the same time, help teachers became more reflexive about their practices? Results show that Curriculum Projects are not usually mobilized as curriculum management tools in schools, because: i) they usually follow the prescriptive template; ii) teachers express a low ability to manage and contextualize curriculum; iii) and, also, teachers appear to maintain an individual or departmental approach to work. Also, it was possible to identify, in interviews, some curriculum management practices that can be enhanced within a schools’ network.
Original languagePortuguese
Title of host publicationLivro de Atas do 1º Congresso Internacional de Redes Sociais
Subtitle of host publicationCIReS
EditorsSaudade Baltazar, José Saragoça, Marcos Olímpio dos Santos, Joaquim Fialho, Helena Arco
Place of PublicationLisboa
PublisherCICS.NOVA – Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais da Universidade Nova de Lisboa
Pages110-138
Number of pages28
ISBN (Electronic)978-989-99782-3-2
Publication statusPublished - Dec 2017
Event1º Congresso Internacional de Redes Sociais| CIReS
- Auditório do Colégio Espírito Santo da Univesidade de Évora, Évora, Portugal
Duration: 1 Jun 20172 Jun 2017

Conference

Conference1º Congresso Internacional de Redes Sociais| CIReS
CountryPortugal
CityÉvora
Period1/06/172/06/17

Keywords

  • Redes colaborativas de escolas
  • Gestão curricular
  • Projetos curriculares
  • Profissional reflexivo

Cite this