Re-performance: O carácter não específico da performance no mundo da arte híbrida

Translated title of the contribution: Re-performance: The non-specific character of performance in the world of hybrid art

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingChapter

Abstract

A performance e a performatividade têm vindo a assumir um papel cada vez mais central num contexto contemporâneo caracterizado por um intenso hibridismo cultural. A partir destes conceitos novas categorias híbridas têm emergido no mundo das artes, como é o caso das re-performances ou re-enactments polarizadas de forma ambivalente, quer pelo carácter efémero da performance (Phelan), que advoga a sua não reprodutibilidade, quer pela performatividade da sua documentação e dos seus registos (Auslander), que, pelo contrário, assentam na sua inevitável reprodutibilidade num contexto de intensa ampliação do registo da performance e sua disseminação. Neste artigo, e a partir da análise destes conceitos e práticas procuraremos questionar se num contexto de integração da performance no mundo da arte (Becker), a partir da sua "repetição" (ainda que selectiva), ainda se pode continuar a afirmar o carácter específico da performance em relação a outras artes de repertório.
Translated title of the contributionRe-performance: The non-specific character of performance in the world of hybrid art
Original languageMultiple languages
Title of host publicationMix & Match
Subtitle of host publicationpoéticas do hibridismo
EditorsPaulo Alexandre Pereira, Emanuel Madalena, Inês Costa
Place of PublicationV.N. Famalicão
PublisherHúmus
ChapterVIII
Pages117-124
Number of pages8
EditionHumus
ISBN (Print)978-989-755-521-3
Publication statusPublished - Apr 2020

Keywords

  • Hibridismo artistico
  • Performance
  • Re-performance

Fingerprint Dive into the research topics of 'Re-performance: The non-specific character of performance in the world of hybrid art'. Together they form a unique fingerprint.

Cite this