2 Downloads (Pure)

Abstract

Para quem trabalha em Linguística do Texto e do Discurso, um dos aspetos que se evidencia, numa primeira leitura do excerto em análise, é a diversidade de vozes que se fazem ouvir. O mesmo foi identificado pelos estudos Filológicos e de Crítica Textual, como mostram as questões sobre a autoria do Livro de Linhagens do Conde D. Pedro e os dados sobre as refundições que o texto terá sofrido (Brocardo, 2006: 8- 9). Assim, os desafios que este texto nos coloca – ou coloca à Linguística do Texto e do Discurso – têm sobretudo a ver com a possibilidade de confirmação de hipóteses teóricas e epistemológicas que a investigação tem trabalhado em textos contemporâneos: i) ocorrência de tipos discursivos que mobilizam recursos linguísticos idênticos aos de textos contemporâneos, o que confirma o pressuposto do ISD relativamente à estabilidade dos tipos discursivos (Bronckart 1997; Gonçalves & Leal 2012; Jorge 2015); ii) emergência de segmentos de discurso implicado em momentos chave do texto (Coutinho, 2004; Coutinho & Jorge 2012), o que confirma a dimensão praxiológica da linguagem, também assumida pelo ISD (Coutinho, 2012). Constituindo objetivo desta contribuição evidenciar as duas perspetivas agora enunciadas, concluiremos apontando uma terceira hipótese, que só uma investigação de fundo poderá comprovar.
Original languagePortuguese
PublisherNOVA FCSH - CLUNL
Number of pages1
Place of PublicationLisboa
Publication statusPublished - 2018

Keywords

  • Livro de Linhagens do Conde D. Pedro
  • Tipos discursivos
  • Discurso implicado

Cite this