Quando a vila está longe da batalha: Loulé e a Guerra (1369-1411)

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingConference contributionpeer-review

Abstract

No Verão de 1369, D. Fernando entra em Castela para reclamar o trono, aproveitando o assassinato de Pedro I às mãos de Henrique de Trastâmara, os conflitos internos do reino vizinho e o apoio significativo de nobres galegos e castelhanos. A ação de D. Fernando deu origem a um longo período marcado por vários conflitos militares entre Portugal e Castela, só definitivamente encerrado pelo Tratado de Ayllon, em 1411. Neste contexto, as vilas e cidades do reino foram chamadas a participar e a contribuir para o esforço de guerra contra o inimigo castelhano. Se alguns centros urbanos estavam mais expostos aos eventuais ataques castelhanos, outros permaneciam mais distantes e resguardados dos principais cenários de conflito militar, como era o caso de Loulé. Assim, pretendemos contribuir para clarificar a relação da vila louletana com as guerras fernandinas e joaninas, em função de dois eixos fundamentais: a participação no esforço de guerra e a estratégia desenvolvida pelo poder concelhio louletano na defesa da vila.
Original languagePortuguese
Title of host publicationAtas do II Encontro de História de Loulé
EditorsNelson Vaquinhas
Place of PublicationLoulé
PublisherCâmara Municipal de Loulé
Pages71-88
Number of pages17
ISBN (Print)978-989-8978-03-5
Publication statusPublished - Sep 2019
EventII Encontro de História de Loulé - Museu de Loulé, Loulé, Portugal
Duration: 31 Aug 20181 Sep 2018
http://www.cm-loule.pt/pt/menu/1528/ii-encontro-de-historia.aspx#prettyPhoto

Conference

ConferenceII Encontro de História de Loulé
CountryPortugal
CityLoulé
Period31/08/181/09/18
Internet address

Keywords

  • Abastecimento
  • Conflitos militares
  • Algarve
  • Cidades

UN Sustainable Development Goals (SDGs)

  • SDG 4 - Quality Education

Cite this