Projeto SOS Azulejo: Virar uma página na salvaguarda e valorização global do património azulejar português

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingChapterpeer-review

Abstract

Este artigo apresenta a história do «Projeto SOS Azulejo», criado pelo Museu de Polícia Judiciária em 2007, como reação – mas também agindo pró-ativamente – contra um cenário extremamente negativo de delapidação do património azulejar português. Com a parceria de entidades muito diversificadas, este projeto levou a cabo uma série inovadora de ações pragmáticas e de sensibilização para a salvaguarda, valorização e estudo deste património cultural único e identitário português, obtendo resultados extremamente positivos, como a dramática diminuição dos furtos registados de azulejos históricos e artísticos portugueses, o estancamento da vaga de demolições de fachadas azulejadas e remoção de azulejos das mesmas em todo o território nacional (através de proposta de nova legislação específica, aprovada no Parlamento em 2017) e, finalmente, a atribuição em 2013 do «Grande Prémio da União Europeia para o Património Cultural / Europa Nostra» (nunca antes nem depois atribuído a Portugal).
Original languagePortuguese
Title of host publicationConventualidades
Subtitle of host publicationRepresentações e vestígios do quotidiano
EditorsAntónia Fialho Conde, Sofia Aleixo, Teresa Ferreira
Place of PublicationÉvora
PublisherCIDEHUS
Pages1-15
Number of pages15
ISBN (Print)9789727783410
Publication statusPublished - 2023

Publication series

NameBiblioteca - Estudos & Colóquios

Keywords

  • património azulejar português, salvaguarda ativa, valorização, legislação

Cite this