Prefácio

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingForeword/postscript

Abstract

Mortos? Heróis? Antes e depois, pelo meio e pelas margens da espessura humana das estatísticas militares e da intrincada esfera pública dos balanços e das experiências, ensaia-se aqui o estudo da construção da memória da I Guerra Mundial em Portugal, entre 1918 e 1933, e de que forma esta se integra num movimento mais hegemónico da cultura de guerra europeia.
Em Portugal, foram mobilizados cerca de cem mil homens, primeiro para África (1914) e depois para a frente europeia (1917), dos quais resultariam mais de sete mil mortos e cerca de treze mil feridos. Não obstante os números serem menores em comparação com a maioria dos Aliados, isso não inibe a dimensão de afetação de uma guerra total. A participação portuguesa na I Guerra Mundial é, porém, um acontecimento estranho àqueles menos familiarizados com a história de Portugal. Marginalizado pelas monografias internacionais sobre o tema e escassamente rememorado dentro e fora de fronteiras, Portugal é um dos seus mais esquecidos participantes.
Original languagePortuguese
Title of host publicationEntre a Morte e o Mito
Subtitle of host publicationPolíticas da Memória da I Guerra Mundial (1918-1933)
EditorsSílvia Correia
Place of PublicationLisboa
PublisherCírculo de Leitores
Pages17-21
Number of pages5
ISBN (Print)9789896442378
Publication statusPublished - May 2015

Keywords

  • I Guerra Mundial
  • História de Portugal
  • Grande Guerra
  • Portugal na Grande Guerra
  • História militar de Portugal

Cite this

Severiano Teixeira, N. (2015). Prefácio. In S. Correia (Ed.), Entre a Morte e o Mito: Políticas da Memória da I Guerra Mundial (1918-1933) (pp. 17-21). Círculo de Leitores.