Portugal, Uma Retrospectiva: 1998

Research output: Book/ReportBook

Abstract

O Portugal que se autocelebrou em 1998 não imaginava o que seria o novo milénio, não poderia conceber algo como os ataques terroristas às Torres Gémeas, a «Guerra das Civilizações», a ocorrência da maior crise financeira depois da grande depressão, em 2008, ou a ascensão dos nacional‑populismos. O Portugal que se autocelebrou em 1998 vivia antes da entrada da China na Organização Mundial do Comércio, do alargamento da União Europeia aos países de Leste ou da introdução do Euro. Assim sendo, o Portugal que se autocelebrou em 1998 vivia uma globalização feliz. Vivia de bem consigo mesmo, democrático e europeu, e dava‑se de presente a renovação de uma parte esquecida da sua capital (a zona industrial transformada em Expo ’98) e a ponte mais longa da Europa (a Ponte Vasco da Gama). Neste volume, interpretamos o ano‑charneira com que Portugal julgou ter fechado o segundo milénio com chave de ouro.
Original languagePortuguese
Place of PublicationLisboa
PublisherTinta-da-China
Number of pages96
Volume2
ISBN (Print)5602227309529‑00002
Publication statusPublished - 2019

Cite this