Portas e entradas da cidade de Lisboa: persistências e memórias

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingChapter

Abstract

O trabalho que se apresenta não pretende ultrapassar o vasto olhar que olisipógrafos têm dedicado a este tema, mas antes aduzir novas informações sobre um assunto tão significativo quanto é a compreensão das portas e arcos de acesso à cidade de Lisboa. Marca indelével da transposição de panos de muralhas, bem como a persistência de um modelo de penetração num espaço privilegiado - a urbe -, estas expressões de poder evidenciaram na Época Moderna, à semelhança da tradição romana, e do que ocorreu nas igrejas, a fé e piedade dos soberanos, através da presença de imagens. Para além de se fixaram devoções muito particulares nestes locais, foram objecto de ornamentações efémeras, sempre que determinadas ocasiões, como entradas régias e religiosas, o exigiram. As mudanças de circulação viária, que requereram o alargamento, a demolição, ou só a reabilitação destes significativos exemplos patrimoniais, também contribuiram para a ideia de modernização destes objectos.
Original languagePortuguese
Title of host publicationActas do Congresso Ibero-Americano Patrima
Place of PublicationLisboa
PublisherLNEC
Pages1-16
Number of pages16
ISBN (Print)978-972-9-2288-1
Publication statusPublished - 2016

Keywords

  • Lisboa
  • Portas
  • Património Remanescente
  • Demolições
  • Memórias

Cite this