Políticas Coloniais em Tempo de Revoltas: Angola circa 1961

Research output: Book/ReportBook

Abstract

Neste livro, estudamos as políticas do Estado colonial português em Angola, no momento em que as revoltas de libertação abriram as portas à descolonização. Os principais acontecimentos em análise são as revoltas de 1961, nas plantações de algodão da Baixa de Cassange, nas prisões de Luanda e nas regiões de produção de café do Ulge. Do estudo dos acontecimentos, passámos a investigar alguns processos capazes de nos ajudar a ir mais fundo na reconstituição dos modos de tomada de decisão. Foi assim que traçámosa a longa história da destribalização, a do sistema carcerário e a da Casa dos Estudantes do Império, no confronto com o trabalho que veio a ser desenvolvido pelo Gabinete dos Negócios Políticos. Este último foi a principal organização da administração central que tratou as informações de todo o império e elaborou planos proto-totalitários, em tempo de revoltas.
Original languagePortuguese
Place of PublicationPorto
PublisherEdições Afrontamento
Number of pages324
ISBN (Print)9789723614848
Publication statusPublished - 2016

Keywords

  • Políticas Coloniais
  • Angola
  • História

Cite this