A fotografia e os fotógrafos na revista Panorama (1941-1973)

30 anos de propaganda?

Translated title of the contribution: Photographers and photography in Panorama magazine (1941-1973): 30 years of propaganda?

Research output: Contribution to journalArticle

Abstract

O interesse pela fotografia impressa está longe de ser um facto negligenciável em diversos projetos editoriais. Centrando a atenção sobre a análise da revista Panorama (1941-1973), este artigo testa a possibilidade de uma história alternativa desta publicação por meio da fotografia. Uma análise alargada de algumas edições revelou uma disseminação assimétrica da fotografia ao longo do tempo, que refletia a perca de protagonismo do fotógrafo e da imagem fotográfica nas últimas séries. Impunha-se, portanto, uma análise de conjunto da revista como meio de obter um quadro representativo desse período. A pertinência desta análise, ainda exploratória, é a de trazer novos dados que contribuam para entender até que ponto a fotografia é utilizada como instrumento de propaganda na Panorama ou perde a sua capacidade discursiva, passando a ocupar uma função meramente ilustrativa.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)1-24
Number of pages24
JournalComunicação Pública
Volume12
Issue number23
Publication statusPublished - 2017

Fingerprint

photographer
propaganda
photography
magazine

Keywords

  • Fotografia impressa
  • Revista Panorama
  • Publicações periódicas
  • Propaganda

Cite this

@article{3829552088bb43f9a759aa43e236f0da,
title = "A fotografia e os fot{\'o}grafos na revista Panorama (1941-1973): 30 anos de propaganda?",
abstract = "O interesse pela fotografia impressa est{\'a} longe de ser um facto negligenci{\'a}vel em diversos projetos editoriais. Centrando a aten{\cc}{\~a}o sobre a an{\'a}lise da revista Panorama (1941-1973), este artigo testa a possibilidade de uma hist{\'o}ria alternativa desta publica{\cc}{\~a}o por meio da fotografia. Uma an{\'a}lise alargada de algumas edi{\cc}{\~o}es revelou uma dissemina{\cc}{\~a}o assim{\'e}trica da fotografia ao longo do tempo, que refletia a perca de protagonismo do fot{\'o}grafo e da imagem fotogr{\'a}fica nas {\'u}ltimas s{\'e}ries. Impunha-se, portanto, uma an{\'a}lise de conjunto da revista como meio de obter um quadro representativo desse per{\'i}odo. A pertin{\^e}ncia desta an{\'a}lise, ainda explorat{\'o}ria, {\'e} a de trazer novos dados que contribuam para entender at{\'e} que ponto a fotografia {\'e} utilizada como instrumento de propaganda na Panorama ou perde a sua capacidade discursiva, passando a ocupar uma fun{\cc}{\~a}o meramente ilustrativa.",
keywords = "Fotografia impressa, Revista Panorama, Publica{\cc}{\~o}es peri{\'o}dicas, Propaganda",
author = "Israel Guarda",
note = "info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147368/PT# UID/PAM/00417/2013",
year = "2017",
language = "Portuguese",
volume = "12",
pages = "1--24",
journal = "Comunica{\cc}{\~a}o P{\'u}blica",
issn = "1646-1479",
number = "23",

}

A fotografia e os fotógrafos na revista Panorama (1941-1973) : 30 anos de propaganda? / Guarda, Israel.

In: Comunicação Pública, Vol. 12, No. 23, 2017, p. 1-24.

Research output: Contribution to journalArticle

TY - JOUR

T1 - A fotografia e os fotógrafos na revista Panorama (1941-1973)

T2 - 30 anos de propaganda?

AU - Guarda, Israel

N1 - info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147368/PT# UID/PAM/00417/2013

PY - 2017

Y1 - 2017

N2 - O interesse pela fotografia impressa está longe de ser um facto negligenciável em diversos projetos editoriais. Centrando a atenção sobre a análise da revista Panorama (1941-1973), este artigo testa a possibilidade de uma história alternativa desta publicação por meio da fotografia. Uma análise alargada de algumas edições revelou uma disseminação assimétrica da fotografia ao longo do tempo, que refletia a perca de protagonismo do fotógrafo e da imagem fotográfica nas últimas séries. Impunha-se, portanto, uma análise de conjunto da revista como meio de obter um quadro representativo desse período. A pertinência desta análise, ainda exploratória, é a de trazer novos dados que contribuam para entender até que ponto a fotografia é utilizada como instrumento de propaganda na Panorama ou perde a sua capacidade discursiva, passando a ocupar uma função meramente ilustrativa.

AB - O interesse pela fotografia impressa está longe de ser um facto negligenciável em diversos projetos editoriais. Centrando a atenção sobre a análise da revista Panorama (1941-1973), este artigo testa a possibilidade de uma história alternativa desta publicação por meio da fotografia. Uma análise alargada de algumas edições revelou uma disseminação assimétrica da fotografia ao longo do tempo, que refletia a perca de protagonismo do fotógrafo e da imagem fotográfica nas últimas séries. Impunha-se, portanto, uma análise de conjunto da revista como meio de obter um quadro representativo desse período. A pertinência desta análise, ainda exploratória, é a de trazer novos dados que contribuam para entender até que ponto a fotografia é utilizada como instrumento de propaganda na Panorama ou perde a sua capacidade discursiva, passando a ocupar uma função meramente ilustrativa.

KW - Fotografia impressa

KW - Revista Panorama

KW - Publicações periódicas

KW - Propaganda

M3 - Article

VL - 12

SP - 1

EP - 24

JO - Comunicação Pública

JF - Comunicação Pública

SN - 1646-1479

IS - 23

ER -