Os livreiros de Lisboa nos séculos XVI e XVII. Estratégias económicas, sociais e familiares

Research output: Book/ReportBook

Abstract

O tema principal deste livro é a atividade editorial e a venda de livros em Lisboa na segunda metade do século XVI e na primeira metade do século XVII, assim como as redes económicas, nacionais e internacionais, em que os livreiros da cidade se integraram. O mesmo aborda também as organizações profissionais e as estratégias sociais e familiares seguidas por estes homens de negócios para a continuidade das suas firmas e para a sua ascensão na sociedade.
A invenção da imprensa de caracteres móveis na Alemanha de Quatrocentos e a sua rápida expansão por todo o continente e pelos domínios e países de influência europeia em todo o mundo, permitiram que o património literário, filosófico, artístico e científico à época existente fosse posto ao alcance de um número muitíssimo maior de indivíduos, parte dos quais passou a refletir sobre ele e a questioná-lo, dando origem a novas conquistas da ciência, originais criações artísticas e mais ousadas formas de pensamento.
Em tal processo foi crucial o papel dos profissionais da difusão de obras impressas, dos que as custearam, assim como dos que intervieram nas várias fases da sua produção material, os quais constituíram, a partir daí e ao longo de séculos, um pilar fundamental na estruturação de uma sociedade do conhecimento, base da civilização dos nossos dias.

The matter of the book is the activity of Lisbon booksellers in the Sixteenth and Seventeenth Centuries, and their national and international economic relations. It also studies their social and family strategics with influence on their professional activity.
Original languagePortuguese
Place of PublicationLisboa
PublisherColibri
Number of pages228
ISBN (Print)978-989-689-921-9
Publication statusPublished - 2020

Keywords

  • Lisbon
  • Booksellers
  • Economy
  • Family
  • Sixteenth and Seventeenth Centuries

Cite this