Os jornalistas na revolução portuguesa (1974-1975)

Research output: Contribution to journalArticlepeer-review

103 Downloads (Pure)

Abstract

O processo revolucionário que se seguiu ao derrube da ditadura, a 25 de Abril de 1974, alterou radicalmente os media e o jornalismo em Portugal. Neste artigo, procuramos analisar a evolução da situação laboral dos jornalistas e das práticas jornalísticas entre 1974 e 1975, tentando traçar o retrato do jornalista português da época.
Verificamos a emergência de um tipo de jornalismo "revolucionário" ou "militante", num período de intensos combates políticos pela definição do tipo de regime a implementar no país. Em paralelo, são várias as conquistas em termos de direitos e condições laborais, resultado das lutas e reivindicações dos trabalhadores das empresas jornalísticas.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)115-133
Number of pages19
JournalRevista Brasileira de História da Mídia
Volume7
Issue number2
DOIs
Publication statusPublished - 2018

Keywords

  • Condições laborais.
  • Jornalistas
  • Revolução
  • Lutas políticas
  • Portugal

Cite this