Os indígenas e as justiças no mundo ibero-americano (sécs. XVI-XIX)

Ângela Domingues (Editor/Coordinator), Maria Leônia Chaves de Resende (Editor/Coordinator), Pedro Cardim (Editor/Coordinator)

Research output: Book/ReportBook

204 Downloads (Pure)

Abstract

O livro “Os Indígenas e as Justiças no Mundo Ibero-Americano (Sécs. XVI-XIX)” pretende analisar, de um modo aprofundado, as múltiplas e criativas interações que os naturais das Américas mantiveram com as instâncias do Tribunal do Santo Ofício da Inquisição, do Juízo Eclesiástico Diocesano e dos tribunais seculares. O ponto de partida é declaradamente comparativo, de forma a compor uma imagem panorâmica desta questão nas Américas espanhola e portuguesa. De entre os tópicos abordados neste livro, destacam-se o tratamento dado aos indígenas na cultura jurídica das três principais jurisdições presentes na sociedade colonial (eclesiástica, inquisitorial e ordinária); as suas distintas formas de controlo ou de proibição de costumes, práticas e rituais; e, ainda, a pluralidade de respostas por parte dos indígenas e das suas “justiças”.
Original languagePortuguese
Place of PublicationLisboa
PublisherCentro de História (CH) - Universidade de Lisboa | CHAM - Centro de Humanidades | Programa de Pós-Graduação em História - Universidade Federal de São João del-Rei (PPGH/UFSJ)
Number of pages355
ISBN (Print)978-989-8068-25-5
Publication statusPublished - 2019

Publication series

NameAtlantica. Lisbon Historical Studies

Keywords

  • Brasil - História
  • Indígenas - Brasil - História
  • Diretório dos Índios
  • Poma de Ayala, Felipe Guaman
  • Guerra justa
  • Exploração do território - Brasil
  • Índios aldeados
  • América portuguesa
  • América espanhola
  • Furtado, Francisco Xavier de Mendonça
  • Inquisição
  • Protagonismo indígena

Cite this