Os dois conflitos mundiais como ilustração da ausência de anarquia internacional

Research output: Contribution to journalArticle

Abstract

A Grande Guerra, as décadas conturbadas que se lhe seguem, nomeadamente a década de trinta do século XX, culminando na Segunda Guerra Mundial, e, posteriormente, a Guerra Fria, a seu modo, são momentos históricos privilegiados para se comprovar da impossibilidade de sustentar uma das imagens mais famosas das Relações Internacionais, a de anarquia internacional. A ideia de um estado de guerra ontologicamente permanente, que não fenomenologicamente, é incompatível com um mundo pejado de soberanias. Ora, estas soberanias nunca perderam o controlo político-estratégico das guerras, nem mesmo no caso dos principais conflitos do século XX. Todos esses conflitos foram estrategicamente mediados e nunca deram lugar ao reinado da guerra absoluta.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)21-32
Number of pages12
Journale-journal of International Relations - Observare
Volume6
Issue number1
Publication statusPublished - 2015

Keywords

  • Anarquia
  • Guerra
  • Estratégia
  • Soberania

Cite this