Objetos, espaços e narrativas: O caso dos Combatentes

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingConference contribution

34 Downloads (Pure)

Abstract

A escola primária do Grupo Dramático e Escolar “Os Combatentes” (GDEC), coletividade situada na Rua do Possolo, em Lisboa, esteve em funcionamento de 1924 até meados da década de 90. Durante esses 70 anos possibilitou a escolaridade inicial aos filhos dos moradores do bairro operário, associados que se quotizavam mensalmente para providenciar o seu equipamento e manutenção. Anos depois do seu encerramento, os dirigentes da coletividade decidiram reunir determinados objetos que tinham pertencido à escola, bem como outros documentos, escritos e fotográficos, organizando um pequeno espaço expositivo. São apenas fragmentos, mas que aqui se utilizam para analisar alguns quotidianos escolares. Para além de permitirem reavivar a memória da escola que existiu, aqueles objetos materiais são também relevantes porque testemunham, neste caso, a capacidade de luta e resiliência de uma comunidade que, contra a adversidade, mostrou ser capaz de criar e manter algo de que legitimamente se orgulha, reforçando assim a sua identidade.
Original languagePortuguese
Title of host publicationXI Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação
Subtitle of host publicationInvestigar, Intervir, Preservar: caminhos da história da educação luso-brasileira (Eixo 8 – Património, Museologia e Arquivo)
Place of Publication[s.l.]
PublisherCITCEM
Pages3-17
Number of pages15
ISBN (Electronic)978-989-8351-56-2
Publication statusPublished - 2016

Keywords

  • património material escolar
  • memória
  • identidade

Cite this