O trabalho nos portos: mão-de-obra, racionalização e circulação de ciência

Research output: Contribution to conferencePaper

Abstract

O trabalho portuário constitui um aspecto importante nas problemáticas que envolvem os estudos sobre o Mar. Elemento relevante em termos económicos e comerciais, é essencial que apresente uma efectiva eficácia em termos de instalações, aparelhagem, métodos de trabalho e mão-de-obra.
Sobretudo após a II Guerra Mundial, aumenta a consciência sobre a importância do elemento humano enquanto factor capaz de influir na dinâmica portuária e no seu grau de eficiência. Simultaneamente, aumenta a consciência sobre a necessidade de formar devidamente o pessoal portuário e de lhe serem atribuídas condições satisfatórias de trabalho. De facto, desde as operações de carga e descarga, passando pelas formalidades aduaneiras, até aos serviços de direcção e administração do porto, o elemento humano era central. Era, assim, crucial que o trabalho nos portos fosse pautado por normas de racionalidade e que os complexos portuários fossem servidos por pessoal com um nível de formação e condições de trabalho adequados.
Esta necessidade fez com que os estudos sobre o trabalho portuário constituíssem uma temática relevante ao nível da circulação da ciência. Na verdade, melhorar a eficiência do trabalho nos complexos portuários implicava inovação e aplicação de novas técnicas ao nível da sua organização. Técnicas e conhecimentos que circulavam entre países através de publicações especializadas, da realização de conferências e do desenvolvimento de missões de estudo.
Tendo estes elementos em conta e partindo da análise das publicações coevas que se dedicaram ao tema, esta comunicação pretende apresentar a forma como estas questões foram debatidas em Portugal entre as décadas de 1950 e 1960. Incidindo particularmente sobre as redes de transferência de conhecimento que as mesmas deixam antever ou das quais são devedoras, tentar-se-á concluir acerca do grau de adequação do País às realidades europeias ao nível da organização do trabalho portuário e da formação de mão-de-obra.
Original languagePortuguese
Publication statusUnpublished - 2018
EventThe Sea in the 20th Century. Globalization, Science, Networks and Heritage - NOVA FCSH, Lisboa, Portugal
Duration: 6 Dec 20187 Dec 2018

Conference

ConferenceThe Sea in the 20th Century. Globalization, Science, Networks and Heritage
CountryPortugal
CityLisboa
Period6/12/187/12/18

Keywords

  • Portugal
  • século XX
  • Circulação de ciência
  • Estudo do trabalho

Cite this

Azevedo, A. C. (2018). O trabalho nos portos: mão-de-obra, racionalização e circulação de ciência. Paper presented at The Sea in the 20th Century. Globalization, Science, Networks and Heritage, Lisboa, Portugal.