O trabalho do professor e as prescrições do domínio da leitura nas AE em Portugal

Sandra Patrícia Ataíde Ferreira , Audria Albuquerque Leal

Research output: Contribution to journalConference articlepeer-review

1 Downloads (Pure)

Abstract

Objetiva-se refletir sobre as prescrições do ensino e aprendizagem da leitura materializadas nas Aprendizagens Essenciais (AE) referentes ao 2º Ano do 1º Ciclo do Sistema de Ensino de Portugal. As AE são definidas como Denominador Curricular Comum para todos os alunos do território Português e estão em convergência com o Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória. Parte-se do pressuposto que a leitura é uma atividade complexa que requer o ensino de estratégias cognitivas e discursivas que permitam o diálogo do leitor com o autor a partir de um posicionamento responsivo. Compreende-se, também, que o trabalho do professor se realiza como uma atividade coletiva, que é dirigida aos alunos e a outros sujeitos da comunidade escolar. O professor é concebido como um sujeito ativo que redefine para si mesmo as tarefas que lhe são prescritas e define aquelas que irá prescrever para os alunos. Nesta apresentação, reflete-se sobre a dimensão das prescrições para entender o trabalho do professor no âmbito da leitura por meio do método indireto, conforme a perspectiva vigotskiana. Para alcançar o objetivo, pretende-se: (i) apresentar o documento; (ii) discutir o seu contexto de produção; (iii) refletir sobre o status da leitura para a formação do sujeito.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)293-308
Number of pages15
JournalRevista INFAD de Psicologia
Volume3
Issue number1
DOIs
Publication statusPublished - 2019
EventCONGRESO INTERNACIONAL DE PSICOLOGIA Y EDUCACIÓN - Salamanca, Spain
Duration: 12 Jun 201915 Jun 2019
Conference number: XXVI
http://www.infad.eu/26_Congreso_INFAD/en/

Keywords

  • trabalho do professor
  • aprendizagens essenciais
  • leitura
  • ensino
  • aprendizagem

Cite this