O teatro da sociedade

o público nos teatros de Lisboa, Vila Rica e Rio de Janeiro durante o reinado de D. Maria I

Research output: Contribution to conferencePaper

Abstract

Desde a sua aparição, os edifícios permanentes dedicados à representação teatral converteram-se em um ambiente particularmente propício ao convívio social. Ao contrário do que acontece hoje nos teatros modernos, onde o silêncio é imprescindível para o bom andamento do espectáculo, o que se passava na plateia e nos camarotes no século XVlll poderia ser ainda mais importante do que a própria acção desenvolvida no palco. Nesse sentido, a arguitectura teatral setecentista de raiz italiana, difundida por toda a Europa e pelas suas respectivas colonias no ultramar, colocava as principais personalidades da sociedade no eixo de simetria contraposto ao palco, tornando-as igualmente foco da atenção dos espectadores dos demais camarotes. As salas permaneciam iluminadas durante todo o espectáculo e a circulação dentro dos teatros não estava restrita ao início e ao fim de cada acto. A preocupação com a colocação dos convidados é particularmente importante nos teatros régios portugueses, sobretudo nos reinados de D. Jose I e D. Maria l, como comprovam documentos e relatos de viajantes estrangeiros. No contexto luso-americano a importância social do espaço teatral é ainda mais evidente em função dos escassos espaços de sociabilidade profana existentes na colonia lusa. A presente comunicação propõe uma aproximação ao público dos teatros régios portugueses e dos teatros públicos da colónia luso-americana durante o reinado de D. Maria I através da análise de documentos, relatos de viajantes e obras literárias que mencionam o comportamento dos espectadores nos teatros de Lisboa, Vila Rica e Rio de Janeiro no último quartel do seculo XVIII.
Original languagePortuguese
Publication statusPublished - 2016
EventVI Encontro Nacional de Investigação em Música - Universidade de Aveiro, Aveiro, Portugal
Duration: 3 Nov 20165 Nov 2016
http://www.spimusica.pt/enim-2016/

Conference

ConferenceVI Encontro Nacional de Investigação em Música
CountryPortugal
CityAveiro
Period3/11/165/11/16
Internet address

Cite this

Brescia, R. M. (2016). O teatro da sociedade: o público nos teatros de Lisboa, Vila Rica e Rio de Janeiro durante o reinado de D. Maria I. Paper presented at VI Encontro Nacional de Investigação em Música, Aveiro, Portugal.
Brescia, Rosana Marreco. / O teatro da sociedade : o público nos teatros de Lisboa, Vila Rica e Rio de Janeiro durante o reinado de D. Maria I. Paper presented at VI Encontro Nacional de Investigação em Música, Aveiro, Portugal.
@conference{43506f2ec049452489ff13490610fd0f,
title = "O teatro da sociedade: o p{\'u}blico nos teatros de Lisboa, Vila Rica e Rio de Janeiro durante o reinado de D. Maria I",
abstract = "Desde a sua apari{\cc}{\~a}o, os edif{\'i}cios permanentes dedicados {\`a} representa{\cc}{\~a}o teatral converteram-se em um ambiente particularmente prop{\'i}cio ao conv{\'i}vio social. Ao contr{\'a}rio do que acontece hoje nos teatros modernos, onde o sil{\^e}ncio {\'e} imprescind{\'i}vel para o bom andamento do espect{\'a}culo, o que se passava na plateia e nos camarotes no s{\'e}culo XVlll poderia ser ainda mais importante do que a pr{\'o}pria ac{\cc}{\~a}o desenvolvida no palco. Nesse sentido, a arguitectura teatral setecentista de raiz italiana, difundida por toda a Europa e pelas suas respectivas colonias no ultramar, colocava as principais personalidades da sociedade no eixo de simetria contraposto ao palco, tornando-as igualmente foco da aten{\cc}{\~a}o dos espectadores dos demais camarotes. As salas permaneciam iluminadas durante todo o espect{\'a}culo e a circula{\cc}{\~a}o dentro dos teatros n{\~a}o estava restrita ao in{\'i}cio e ao fim de cada acto. A preocupa{\cc}{\~a}o com a coloca{\cc}{\~a}o dos convidados {\'e} particularmente importante nos teatros r{\'e}gios portugueses, sobretudo nos reinados de D. Jose I e D. Maria l, como comprovam documentos e relatos de viajantes estrangeiros. No contexto luso-americano a import{\^a}ncia social do espa{\cc}o teatral {\'e} ainda mais evidente em fun{\cc}{\~a}o dos escassos espa{\cc}os de sociabilidade profana existentes na colonia lusa. A presente comunica{\cc}{\~a}o prop{\~o}e uma aproxima{\cc}{\~a}o ao p{\'u}blico dos teatros r{\'e}gios portugueses e dos teatros p{\'u}blicos da col{\'o}nia luso-americana durante o reinado de D. Maria I atrav{\'e}s da an{\'a}lise de documentos, relatos de viajantes e obras liter{\'a}rias que mencionam o comportamento dos espectadores nos teatros de Lisboa, Vila Rica e Rio de Janeiro no {\'u}ltimo quartel do seculo XVIII.",
author = "Brescia, {Rosana Marreco}",
note = "info:eu-repo/grantAgreement/FCT/SFRH/SFRH{\%}2FBPD{\%}2F70660{\%}2F2010/PT# SFRH/BPD/70660/2010; null ; Conference date: 03-11-2016 Through 05-11-2016",
year = "2016",
language = "Portuguese",
url = "http://www.spimusica.pt/enim-2016/",

}

Brescia, RM 2016, 'O teatro da sociedade: o público nos teatros de Lisboa, Vila Rica e Rio de Janeiro durante o reinado de D. Maria I' Paper presented at VI Encontro Nacional de Investigação em Música, Aveiro, Portugal, 3/11/16 - 5/11/16, .

O teatro da sociedade : o público nos teatros de Lisboa, Vila Rica e Rio de Janeiro durante o reinado de D. Maria I. / Brescia, Rosana Marreco.

2016. Paper presented at VI Encontro Nacional de Investigação em Música, Aveiro, Portugal.

Research output: Contribution to conferencePaper

TY - CONF

T1 - O teatro da sociedade

T2 - o público nos teatros de Lisboa, Vila Rica e Rio de Janeiro durante o reinado de D. Maria I

AU - Brescia, Rosana Marreco

N1 - info:eu-repo/grantAgreement/FCT/SFRH/SFRH%2FBPD%2F70660%2F2010/PT# SFRH/BPD/70660/2010

PY - 2016

Y1 - 2016

N2 - Desde a sua aparição, os edifícios permanentes dedicados à representação teatral converteram-se em um ambiente particularmente propício ao convívio social. Ao contrário do que acontece hoje nos teatros modernos, onde o silêncio é imprescindível para o bom andamento do espectáculo, o que se passava na plateia e nos camarotes no século XVlll poderia ser ainda mais importante do que a própria acção desenvolvida no palco. Nesse sentido, a arguitectura teatral setecentista de raiz italiana, difundida por toda a Europa e pelas suas respectivas colonias no ultramar, colocava as principais personalidades da sociedade no eixo de simetria contraposto ao palco, tornando-as igualmente foco da atenção dos espectadores dos demais camarotes. As salas permaneciam iluminadas durante todo o espectáculo e a circulação dentro dos teatros não estava restrita ao início e ao fim de cada acto. A preocupação com a colocação dos convidados é particularmente importante nos teatros régios portugueses, sobretudo nos reinados de D. Jose I e D. Maria l, como comprovam documentos e relatos de viajantes estrangeiros. No contexto luso-americano a importância social do espaço teatral é ainda mais evidente em função dos escassos espaços de sociabilidade profana existentes na colonia lusa. A presente comunicação propõe uma aproximação ao público dos teatros régios portugueses e dos teatros públicos da colónia luso-americana durante o reinado de D. Maria I através da análise de documentos, relatos de viajantes e obras literárias que mencionam o comportamento dos espectadores nos teatros de Lisboa, Vila Rica e Rio de Janeiro no último quartel do seculo XVIII.

AB - Desde a sua aparição, os edifícios permanentes dedicados à representação teatral converteram-se em um ambiente particularmente propício ao convívio social. Ao contrário do que acontece hoje nos teatros modernos, onde o silêncio é imprescindível para o bom andamento do espectáculo, o que se passava na plateia e nos camarotes no século XVlll poderia ser ainda mais importante do que a própria acção desenvolvida no palco. Nesse sentido, a arguitectura teatral setecentista de raiz italiana, difundida por toda a Europa e pelas suas respectivas colonias no ultramar, colocava as principais personalidades da sociedade no eixo de simetria contraposto ao palco, tornando-as igualmente foco da atenção dos espectadores dos demais camarotes. As salas permaneciam iluminadas durante todo o espectáculo e a circulação dentro dos teatros não estava restrita ao início e ao fim de cada acto. A preocupação com a colocação dos convidados é particularmente importante nos teatros régios portugueses, sobretudo nos reinados de D. Jose I e D. Maria l, como comprovam documentos e relatos de viajantes estrangeiros. No contexto luso-americano a importância social do espaço teatral é ainda mais evidente em função dos escassos espaços de sociabilidade profana existentes na colonia lusa. A presente comunicação propõe uma aproximação ao público dos teatros régios portugueses e dos teatros públicos da colónia luso-americana durante o reinado de D. Maria I através da análise de documentos, relatos de viajantes e obras literárias que mencionam o comportamento dos espectadores nos teatros de Lisboa, Vila Rica e Rio de Janeiro no último quartel do seculo XVIII.

M3 - Paper

ER -

Brescia RM. O teatro da sociedade: o público nos teatros de Lisboa, Vila Rica e Rio de Janeiro durante o reinado de D. Maria I. 2016. Paper presented at VI Encontro Nacional de Investigação em Música, Aveiro, Portugal.