O som solene da morte: a sonoridade ritual e o cerimonial fúnebre por D. João V realizado na cidade de Évora (1750)

Research output: Contribution to conferenceAbstract

Abstract

A partir do dia 8 de agosto de 1750, escutaram-se por três dias, na cidade de Évora, sinais fúnebres tangidos desde suas diversas torres sineiras a noticiar o falecimento de D. João V. Anunciada publicamente a morte do monarca, por meio do bando, deu-se início, no dia 16 de setembro, às etapas que constituíam o cerimonial fúnebre real, o que correspondia à cerimónia municipal da Quebra dos Escudos e às Exéquias (Vésperas, Matinas, Laudes, Missa de Requiem, Sermão e Absolvições). Os protocolos rituais, associados ao funeral régio, exigiam, em todo o reino, a interacção de três categorias sonoras: o som “brônzeo” – como ordenador do tempo e o principal instrumento de comunicação colectiva -, o som “bélico” – exaltação do poder militar da coroa pela coerção sonora -, e a prática musical – como parte das acções artísticas de carácter transcedente (religioso). Mobilizavam-se, para esses actos sineiros, religiosos, membros do Senado da Câmara, integrantes dos Regimentos de Artilharia, músicos profissionais, entre outros que, por meio de modelos sonoros estabelecidos no decorrer dos séculos XVI, à primeira metade do século XVIII, deveriam reproduzir o que era determinado na legislação portuguesa vigente. Entre esses modelos destacamos os protocolos para o funeral de D. Nuno Álvares Pereira de Melo, Duque de Cadaval (1638-1727) cujas exéquias de corpo presente (após traslado do corpo desde Lisboa) foram realizadas, solenemente, 23 anos antes em Évora. Propomos, para a presente comunicação, identificar a sonoridade ritual das cerimónias eborenses pela morte de D. João V, centrando-nos na funcionalidade e nas formas de articulação dos sons com os ritos e com os espaços urbanos, além de realizar um estudo comparativo entre os funerais de D. João e de D. Nuno Álvares.
Original languagePortuguese
Pages25-26
Number of pages2
Publication statusPublished - Oct 2017
EventEncontro Paisagem Sonora Histórica e Património Musical de Évora - Universidade de Évora, Portugal
Duration: 26 Oct 201728 Oct 2017

Conference

ConferenceEncontro Paisagem Sonora Histórica e Património Musical de Évora
CountryPortugal
Period26/10/1728/10/17

Cite this

Paula, R. T. D. (2017). O som solene da morte: a sonoridade ritual e o cerimonial fúnebre por D. João V realizado na cidade de Évora (1750). 25-26. Abstract from Encontro Paisagem Sonora Histórica e Património Musical de Évora, Portugal.