O papel da imprensa na reconstrução de memórias musicais e televisivas em Portugal

Research output: Contribution to journalArticle

44 Downloads (Pure)

Abstract

Quando nos deparamos com um objecto de estudo que combina som e imagem – a música num programa de televisão – mas quase todas as gravações estão irremediavelmente perdidas, pensamos que também o nosso trabalho está comprometido. O ânimo regressa no momento em que percebemos que a imprensa nos pode ajudar não só a reconstruir essas memórias, como a resgatar aquilo que ficou omisso na emissão televisiva.
Este artigo tem como objectivo demonstrar a importância de publicações periódicas de naturezas distintas na reconstrução de memórias musicais em Portugal no final da década de 1960 e início da década de 1970, nomeadamente as revistas Flama, Rádio e Televisão, Nova Antena e Plateia, bem como os jornais Diário de Lisboa, Diário Popular, A Capital e O Século. O primeiro exemplo debruça-se sobre os artigos publicados acerca do talk-show Zip-Zip, emitido pela televisão pública (RTP) entre Maio e Dezembro de 1969, cujas gravações se encontram perdidas, que permitiram reconstruir os alinhamentos do programa no que concerne à música ali performada.
O segundo exemplo analisa o modo como a imprensa tratou um dos programas de maior importância nas cenas televisiva e musical em Portugal – o Festival RTP da Canção – um concurso anual realizado com o objectivo de escolher a representação portuguesa no Festival Eurovisão da Canção, nomeadamente o acompanhamento à edição de 1975.
Em ambos os casos, as publicações periódicas permitiram reconstruir memórias visuais e musicais. Estas publicações são essenciais para analisar e compreender as diversas posturas e valores relativos ao papel da música na televisão e na sociedade portuguesas.

When we come across a subject of study that combines sound and image – the music in a television show – but all recordings are irretrievably lost, we would think that our research work could be jeopardized. When we realize that press can help us to reconstruct lost that uplift us. Press can help us to restore which was hidden by television broadcast and lost in time, supporting our knowledge about these television objects.
This paper wants to demonstrate the significance of press reconstructing musical memories in Portugal at late-1960s and early-1970s, namely the role of the magazines Flama, Rádio e Televisão, Nova Antena and Plateia, and the daily newspapers Diário de Lisboa, Diário Popular, A Capital and O Século. The first example is focused on the articles about the talk-show Zip-Zip, broadcast by public television (RTP) between May and December of 1969, whose recordings are permanently lost. Press articles allowed us to rebuild the show’ schedules and its music. Press is also fundamental to analyze the values about the role of music in the television and about the role of music in the society. In the second example I analyze how press followed the 1975 edition of the RTP Song Contest – one of the major television shows held annually to choose the Portuguese entry at Eurovision Song Contest. In both cases, press allowed us to recreate visual and musical memories, and enabled us to understand distinctive values about music in Portuguese society.
Original languageEnglish
Pages (from-to)211-240
Number of pages30
JournalCuadernos de Etnomusicologia
Issue number10
Publication statusPublished - 2017

Keywords

  • Televisão
  • Zip-Zip
  • Festival RTP da Canção
  • Memória
  • Gatekeeping
  • Television
  • RTP Song Contest
  • Memory

Fingerprint Dive into the research topics of 'O papel da imprensa na reconstrução de memórias musicais e televisivas em Portugal'. Together they form a unique fingerprint.

  • Cite this