O Facebook, as redes sociais e o direito ao esquecimento

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingChapter

Abstract

Existe entre os cibernautas uma preocupação acrescida em matéria de privacidade e de defesa dos dados pessoais sobretudo na interacção e registo nas grandes plataformas sociais. Neste texto partimos do exemplo do Facebook e dos seus múltiplos casos ao longo da sua breve história para pensarmos uma questão mais radical, que está aliás a ser objecto de enquadramento legislativo europeu, e que é a questão do “direito ao esquecimento”, isto é, o controlo da nossa pegada digital, por parte do próprio utilizador e não pelo algoritmo de uma qualquer rede social.
Original languagePortuguese
Title of host publicationInformação e Liberdade de Expressão na Internet e a Violação de Direitos Fundamentais
Subtitle of host publicationComentários em meios de comunicação online | extos do colóquio sobre o mesmo tema, organizado pela Procuradoria Geral da República, com o apoio da ERC
EditorsImprensa Nacional-Casa da Moeda (INCM) , Procuradoria-Geral da República
Place of PublicationLisboa
PublisherImprensa Nacional-Casa da Moeda / Procuradoria-Geral da República
Pages177-209
Number of pages32
Volumeúnico
ISBN (Print)978-972-27-2319-0
Publication statusPublished - Jun 2014

Keywords

  • Facebook
  • Redes Sociais
  • Esquecimento

Cite this