O ‘Barómetro’ de visitação, uma ferramenta para monitorização e sensibilização em áreas protegidas: O caso da Reserva Natural das Berlengas

Alexandra Patrícia Fernandes Gil, Catarina Fonseca, Ricardo Manuel Nogueira Mendes, Maria Filomena Magalhães, Carlos Pereira da Silva

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingConference contributionpeer-review

18 Downloads (Pure)

Abstract

As áreas protegidas tendem a ser cada vez mais visitadas. A ausência de uma correta gestão da visitação pode resultar em episódios de sobrecarga humana, comprometendo os objetivos de conservação e a qualidade da experiência de visitação. Assim é essencial uma gestão da capacidade de carga. Para proceder a esta gestão é necessário monitorizar os visitantes por métodos diretos, envolvendo contagens e a realização de inquéritos. Adicionalmente, é necessário criar novas soluções, englobando estratégias de educação e sensibilização ambiental, envolvendo os stakeholders influenciados pelas medidas de gestão. O Projeto LIFE Berlengas visa recuperar alguns dos valores naturais da Reserva Natural das Berlengas (RNB) e inclui ações direcionadas para o estudo e monitorização de visitantes. Este artigo apresenta parte dos resultados da monitorização realizada na ilha da Berlenga em 2015 e 2016, que incluiu a realização de inquéritos e contagem de visitantes. Com base em questões-chave do inquérito foi desenvolvido o ‘Barómetro’ de Visitação, uma ferramenta que ilustra a escala de qualidade associada à pressão resultante da atividade recreativa, e constitui um suporte de informação visual, apelativo, e de sensibilização dos visitantes. Os resultados evidenciam um aumento do número de visitantes entre 2015 e 2016, e em relação a anos anteriores. A capacidade de carga humana diária para a RNB, definida como 350 indivíduos, foi ultrapassada frequentemente, com desembarques superiores a 1000 pessoas nalguns dias. O ‘Barómetro’ de Visitação desenvolvido fornece informação acerca do modo como os visitantes consideram o número de pessoas na ilha e como classificam a experiência e alguns aspetos da RNB. O ‘Barómetro’ mostra, nomeadamente, que alguns visitantes consideraram excessivo o número de pessoas na ilha em 2016, ao contrário de 2015, havendo no entanto uma maior satisfação na experiência recreativa. O aumento de visitantes poderá ter consequências ao nível da segurança e qualidade da experiência recreativa.
Original languagePortuguese
Title of host publicationLivro de Atas do XVI Colóquio Ibérico de Sociologia
Subtitle of host publicationPenínsula Ibérica no mundo: problemas e desafios para uma intervenção ativa da Geografia
EditorsJosé Fernandes, Jorge Olcina, Maria Lucinda Fonseca, Eduarda Marques da Costa, Ricardo Garcia, Carlos Freitas
Place of PublicationLisboa
PublisherCentro Estudos Geográficos (CEG)
Pages791-797
Number of pages7
ISBN (Print)978-972-636-275-3
Publication statusPublished - 2018
Event
XVI Colóquio Ibérico de Geografia
- Lisboa, Portugal
Duration: 5 Nov 20187 Nov 2018

Conference

Conference
XVI Colóquio Ibérico de Geografia
Country/TerritoryPortugal
CityLisboa
Period5/11/187/11/18

Keywords

  • Inquéritos
  • Experiência de visitação
  • Sensibilização ambiental

Cite this