Sítio nenhum

Translated title of the contribution: Nowhere

Research output: Contribution to journalArticle

8 Downloads (Pure)

Abstract

Trieste é para Jan Morris “a capital de lugar nenhum”, uma cidade que se distingue por pouco se distinguir, como se nela todas as fronteiras deixassem de funcionar. O livro em que se ocupa de Trieste — Trieste and the meaning of nowhere (2001) — ganha assim uma importância especial, produzindo uma interrupção marcante numa obra que, movida pelo conhecimento dos mais diversos lugares do mundo, se diria sujeita ao mecanismo da literatura de viagens. O que faz de Trieste um caso singular parece ser o acolhimento que reserva àqueles que nunca confundem singularidade com identidade — um grupo disperso de personagens que teriam, como único traço comum, o da passagem pela escrita.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)1-8
Number of pages8
JournalRevista Dobra. Pensar com as Artes
Issue number4/5
Publication statusPublished - 2019

Keywords

  • Trieste
  • viagens
  • escrita
  • fronteira
  • autobiografia

Cite this