Notas imperfeitas sobre a Grande Guerra e as Relações Internacionais

Research output: Contribution to journalArticlepeer-review

2 Downloads (Pure)

Abstract

Os estudos internacionais têm uma relação genética com a Grande Guerra, que é inseparável da sua institucionalização como disciplina autónoma, da definição do seu ethos e da construção de uma teoria das relações internacionais. Numa primeira tentativa impressionista, parece ser possível identificar três interpretações distintas sobre as origens e a natureza da Grande Guerra, que correspondem,grosso modo, aos realistas clássicos e às correntes rivais do «realismo defensivo» e do «realismo ofensivo» e da«transição de poder».
Original languagePortuguese
Pages (from-to)9-20
Number of pages11
JournalRelações Internacionais (R:I)
Volume42
Issue numberNA
Publication statusPublished - 1 Jan 2014

Keywords

  • I Guerra Mundial
  • Teoria das relações internacionais
  • Realismo
  • Poder

Cite this