Nobres, agentes periféricos da coroa e homens dos concelhos

desarmonias discursivas e articulações factuais (Portugal, finais do século XIV)

Research output: Contribution to journalArticle

7 Downloads (Pure)

Abstract

Neste artigo examinam-se cinco capítulos da nobreza, do total de trinta e cinco apresentados nas cortes de Coimbra de 1398, atendendo, em exclusivo, às queixas dos fidalgos quanto aos atentados cometidos contra o usufruto dos seus direitos como senhores jurisdicionais -na área do exercício da justiça-, bem como à sua participação nos órgãos concelhios. Estabelecendo um confronto entre o articulado de normas que à época tinham sido promulgadas (Regimentos dos Corregedores de 1332, 1338 e 1340, Ordenação dos Pelouros e Ordenação sobre juízes d ́El Rei), com os episódios mencionados nesses capítulos adiantam-se hipóteses de articulação temporal e causal entre os vários documentos e a consequente reconstituição de factos neles referidos.

Original languagePortuguese
Pages (from-to)47-73
Number of pages26
JournalEdad Media
Volume19
DOIs
Publication statusPublished - 2018

Keywords

  • Oficiais periféricos da coroa
  • Comunicação política
  • Nobreza
  • Poder municipal

Cite this

@article{31f2af26d28a4944938025e94ddcd6f8,
title = "Nobres, agentes perif{\'e}ricos da coroa e homens dos concelhos: desarmonias discursivas e articula{\cc}{\~o}es factuais (Portugal, finais do s{\'e}culo XIV)",
abstract = "Neste artigo examinam-se cinco cap{\'i}tulos da nobreza, do total de trinta e cinco apresentados nas cortes de Coimbra de 1398, atendendo, em exclusivo, {\`a}s queixas dos fidalgos quanto aos atentados cometidos contra o usufruto dos seus direitos como senhores jurisdicionais -na {\'a}rea do exerc{\'i}cio da justi{\cc}a-, bem como {\`a} sua participa{\cc}{\~a}o nos {\'o}rg{\~a}os concelhios. Estabelecendo um confronto entre o articulado de normas que {\`a} {\'e}poca tinham sido promulgadas (Regimentos dos Corregedores de 1332, 1338 e 1340, Ordena{\cc}{\~a}o dos Pelouros e Ordena{\cc}{\~a}o sobre ju{\'i}zes d ́El Rei), com os epis{\'o}dios mencionados nesses cap{\'i}tulos adiantam-se hip{\'o}teses de articula{\cc}{\~a}o temporal e causal entre os v{\'a}rios documentos e a consequente reconstitui{\cc}{\~a}o de factos neles referidos.",
keywords = "Oficiais perif{\'e}ricos da coroa, Comunica{\cc}{\~a}o pol{\'i}tica, Nobreza, Poder municipal",
author = "{da Costa}, {Adelaide Maria}",
note = "info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147246/PT# UID/HIS/00749/2013 PPTDC/EPHHIS/4323/2012",
year = "2018",
doi = "10.24197/em.19.2018.47-73",
language = "Portuguese",
volume = "19",
pages = "47--73",
journal = "Edad Media",
issn = "1138-9621",

}

TY - JOUR

T1 - Nobres, agentes periféricos da coroa e homens dos concelhos

T2 - desarmonias discursivas e articulações factuais (Portugal, finais do século XIV)

AU - da Costa, Adelaide Maria

N1 - info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147246/PT# UID/HIS/00749/2013 PPTDC/EPHHIS/4323/2012

PY - 2018

Y1 - 2018

N2 - Neste artigo examinam-se cinco capítulos da nobreza, do total de trinta e cinco apresentados nas cortes de Coimbra de 1398, atendendo, em exclusivo, às queixas dos fidalgos quanto aos atentados cometidos contra o usufruto dos seus direitos como senhores jurisdicionais -na área do exercício da justiça-, bem como à sua participação nos órgãos concelhios. Estabelecendo um confronto entre o articulado de normas que à época tinham sido promulgadas (Regimentos dos Corregedores de 1332, 1338 e 1340, Ordenação dos Pelouros e Ordenação sobre juízes d ́El Rei), com os episódios mencionados nesses capítulos adiantam-se hipóteses de articulação temporal e causal entre os vários documentos e a consequente reconstituição de factos neles referidos.

AB - Neste artigo examinam-se cinco capítulos da nobreza, do total de trinta e cinco apresentados nas cortes de Coimbra de 1398, atendendo, em exclusivo, às queixas dos fidalgos quanto aos atentados cometidos contra o usufruto dos seus direitos como senhores jurisdicionais -na área do exercício da justiça-, bem como à sua participação nos órgãos concelhios. Estabelecendo um confronto entre o articulado de normas que à época tinham sido promulgadas (Regimentos dos Corregedores de 1332, 1338 e 1340, Ordenação dos Pelouros e Ordenação sobre juízes d ́El Rei), com os episódios mencionados nesses capítulos adiantam-se hipóteses de articulação temporal e causal entre os vários documentos e a consequente reconstituição de factos neles referidos.

KW - Oficiais periféricos da coroa

KW - Comunicação política

KW - Nobreza

KW - Poder municipal

U2 - 10.24197/em.19.2018.47-73

DO - 10.24197/em.19.2018.47-73

M3 - Article

VL - 19

SP - 47

EP - 73

JO - Edad Media

JF - Edad Media

SN - 1138-9621

ER -